Social Icons

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Terra Prima - Discografia

Os anos vão se passando e, com eles, mais e mais bandas de muito profissionalismo surgem em todo o território nacional. Com o passar do tempo, propostas cada vez mais ousadas são traçadas e sons inteligentes são concretizados - e a cultura brasileira é cada vez mais valorizada. À medida que novas bandas aparecem, o Metal brasileiro é mais lapidado, ganhando contornos próprios. A sua própria identidade. Seja na introdução de elementos externos ou na jinga dos arranjos, graças à cultura única que temos, a música pesada aqui se torna cada vez mais brasileira.
É uma pena que o nosso estilo preferido ainda hoje seja estereotipado, desconhecido pela mídia mainstream e grande massa. As pessoas simplesmente não fazem ideia do que nossas bandas fazem e do quão grande é esse estilo, que tem os fãs mais fiéis do mundo. O Terra Prima, de Recife, é mais uma amostra de que o tão preconceituado Heavy Metal é um dos estilos que mais resgatam cultura no planeta. Que é a grande e incompreendida manifestação cultura dessa colossal minoria.
Cultura. Brasil. Nordeste. Palavras que definem bem o direcionamento de mais esse grito nordestino de qualidade. Novamente, a cultura brasileira empresta seus elementos para enriquecer um estilo musical que, por si só, já é rico e carregado de história.
Com a ideia de unificar elementos regionais como Maracatu, Baião, Música Flamenca, Salsa, entre outros, o seu melódico Power Metal, o Terra Prima surgiu na capital pernambucana no ano de 2004. Até mesmo seu nome remonta à cultura, uma vez que provém do latim e significa "Primeira Terra".
O primeiro trabalho surgiu ainda em julho na forma da demo "Life Carries On", contendo quatro faixas. Após passar os tempos seguintes realizando shows, voltam a lançar outro trabalho em 2006: o EP "Step By Step".
Um ano mais tarde, configurados com Daniel Pinho no vocal, Diego Veras e Bruno Soderini nas guitarras, Pedro Diniz no baixo, Tiago Ataíde nas baquetas e Mário José Camelo Gomes nos teclados, outra demo foi lançada, agora intitulada "Prelude To Life" e contendo sete faixas.
A sequência de lançamentos pré-debut teve fim quando o EP "New Dawn" saiu em 2009. A essa altura, vários shows haviam sido realizados, incluindo apresentações em festivais como Abril Pro Rock e Sunrock Festival, além de já terem divido o palco com bandas como Iron Maiden, Sepultura, Scorpions e Angra. Alterações no line-up também ocorreram nesse meio-tempo em decorrência das saídas do guitarrista Bruno Soderini e do tecladista Mário José e consequente entradas de Otávio Mazer e João Nogueira, respectivamente.
Reestruturados e reaproveitando a maioria das músicas dos lançamentos anteriores, a obra completa do trabalho de anos da banda chegou em 2010 através da Voice Music, conhecido como "And Life Begins". Em se tratando de Metal melódico e de cultura brasileira ao mesmo tempo, esse som abrasileirado torna impossível não lembrar do Angra. Tal impressão é reforçada pelo excelente e alto vocal de Daniel Pinho, cujos agudos lembram muito os de Andre Matos. O intérprete também é capaz de aplicar o técnico drive na voz, muito comum no Power Metal brasileiro. Instrumentalmente, o álbum segue a linha de um Power Metal acelerado, mas também adocicado por ser mais melódico do que normalmente o estilo é. Elementos de Progressive Metal também podem ser notados em alguns riffs. Contudo, o charme mesmo jaz na naturalidade com que os elementos da música regional aparecem. Em diversos momentos eles estão ali, em forma de percussão, instrumentos típicos, ou até mesmo na jogada dos riffs. Tecnicamente não falta nada, pois há momentos de clímax, momentos de cadência, excelentes solos de guitarra, participação de teclados tanto em efeito de piano quanto em base sintética, além de belas alas abertas para momentos completamente culturais, pondo de lado o peso das guitarras.
"And Life Begins" é um álbum de alto nível que passou pelas mãos de músicos de alto nível. Ele foi produzido por Marcello Pompeu e Heroes Trench, ambos do Korzus, e também conta com as participações especiais de Gilmar Bola 8 (Nação Zumbi) nos instrumentos alfaia e ganzá da introdução "GateZzzZzz", Rafael Bittencourt (Angra) no vocal de "Essence" e Andria Busic (Dr. Sin) no vocal em "New Dawn". Não é à toa que foi eleito um dos 10 melhores álbuns nacionais de 2010 pelos leitores da Roadie Crew. Apesar de todos os prós, a beleza do trabalho é comprometida a longo prazo. A musicalidade extremamente melódica e os vocais integralmente altos tornam o trabalho enjoativo. Apesar da diversidade de elementos e momentos, aquela sensação de linearidade permanece no decorrer do disco. Entretanto, foi apenas o primeiro álbum. Haverão outros futuramente.
Novos shows ocorreram nos tempos seguintes. Um dos mais relevantes foi durante o Carnaval Multicultural do Recife em 2011. Em 2012, pela primeira vez, os pernambucanos viajaram ao Velho Continente para uma turnê ao lado dos italianos do Overtures. Passaram por 7 países e realizaram 11 apresentações.
Chegando em 2013, divulgaram que os trabalhos de composição para o segundo álbum de estúdio tiveram início. Infelizmente, até hoje, nada mais foi dito.
Nesse esquema de Metal enfincado entre as raízes de uma região de forte cultura como o Nordeste, só em Recife temos dois fortes representantes que trilham caminhos divergentes: o Terra Prima, claro, com seu Power Metal, e o Cangaço, que por sua vez, faz Death Metal em consonância com a tradição. Essa divergência só demonstra como o foco de algumas bandas está na valorização da cultura brasileira, e isso acaba respingando nos fãs, que se interessarão e conhecerão mais sobre. Demonstra também que é possível mesclar elementos externos a qualquer rótulo do Heavy Metal, mas tal feito também exige criatividade, inteligência. ousadia. Estamos testemunhando uma renascença brasileira na música pesada. O amanhecer de uma era próspera!


 And Life Begins (2010)

01 - GateZzzZzz
02 - Time To Fly
03 - Rage
04 - Await The Story's End
05 - New Dawn
06 - Prelude To Life
07 - And Life Begins
08 - Step By Step
09 - Gain
10 - Life Carries On
11 - Essence

Nenhum comentário:

Postar um comentário