Social Icons

sábado, 23 de maio de 2015

Woslom - Discografia Comentada

Musicalidade vívida. Thrash Metal que pulsa, que prospera. Em um mundo cada vez mais entupido de bandas com propostas similares, o Woslom consegue a proeza de provar que por mais que a roda já tenha sido inventada há tempos, ela ainda pode ser utilizada de maneiras magníficas. Não é à toa que o grupo paulistano vem conquistando fãs rapidamente e excursiona no exterior divulgando seus trabalhos.
Está cada vez mais desafiador conseguir se sobressair no cenário musical, ainda mais em se tratando de estilos mais "direto ao ponto" como o Thrash Metal. Mas a magia do Woslom jaz na forma como fazem música, na intensa energia que transmitem, na criatividade composicional e, por que não, na similaridade com o Megadeth e o Metallica em suas mais veneráveis formas, principalmente devido ao vocal de Silvano Aguilera, que oscila num misto claramente influenciado por Dave Mustaine e James Hetfield.
Apesar de ter começado a fazer sucesso somente nos últimos anos, a banda é relativamente antiga, remontando até 1997, quando foi fundada, na capital paulista. A primeira formação consistia em Roger Nociti no vocal e guitarra, Tito na outra guitarra, Chicão Stanich Jr. no baixo e Fernando Oster na bateria, mas diversas alterações aconteceram ao longo dos anos seguintes. No período entre 2000 e 2007, cinco demos foram lançadas, uma delas inclusive composta apenas por covers do Metallica, intitulada "Woslom Remains Metallica", lançada em 2001 e compreendendo seis faixas.
Somente em 2009 o line-up se estabilizou com a chegada do vocalista e guitarrista Silvano Aguilera, que se juntou ao guitarrista Rafael Iak e aos remanescentes da formação original, Chicão e Fernando. O grande tempo sem a concretização do objetivo de lançamento do álbum de estreia acabou por se converter em experiência, que certamente foi constantemente polida e moldada.
A espera e o desenvolvimento da maturidade valeram a pena, pois o debut "Time To Rise", lançado de forma independente em 2010, é uma verdadeira obra-prima do Thrash Metal. O álbum - produzido com maestria, diga-se de passagem - apresenta uma musicalidade tocada com intensidade, vontade e velocidade. É uma energia contagiante passada através de pesados riffs produzidos por acordes constantemente trocados e rápidas palhetadas, solos frenéticos e um vocal de drives incomuns de ouvirmos por aí. O excelente trabalho rendeu positivas críticas de fãs e mídia, consequentemente coroando-os com o título de melhor banda de 2010 pela Metal Militia e Roadie Crew.
No ano seguinte passaram a realizar shows pelo Brasil, divulgando seu trabalho. Assinaram também com a Digital Media Records para a distribuição do trabalho nos Estados Unidos e Europa e na internet através de sites especializados.
Brindando o sucesso, o bom trabalho do quarteto foi recompensado com a primeira turnê europeia em 2012. Cruzando 10 países (como Portugal, Suécia, Holanda e Bélgica), os paulistanos realizaram um total de 25 shows, sendo alguns deles em festivais de verão.
Retornando ao Brasil, concentraram suas atenções na criação de novas canções. Ao fim do processo, entraram no Acústica Studios, em São Caetano do Sul, e gravaram o álbum "Evolustruction", lançado em 2013. Dessa vez a banda está um pouco mais diversa, apostando em solos mais fritados e riffs de momentos mais melódicos, sem deixar o peso ir embora. A alternância de velocidade e cadência mais latente e exercida com grande maturidade. A experiência ao ouvir o primeiro álbum é superior, ao meu ver, mas isso não significa que o nível aqui seja baixo. É mais um grande álbum de uma banda que está voando!
Outra turnê europeia subsequenciou o lançamento, agora passando por sete países, incluindo Rússia. No Brasil também participaram do Panzer Fest, festival organizado pela banda Panzer onde bandas como Nervochaos, Command6 e Forka também dividiram os palcos. Ao fim da turnê, um contrato com a Punishment 18 foi obtido para a distribuição de ambos os álbuns na Europa.
Em 2014 outra baixa na formação aconteceu após a saída do baixista Chicão Stanich Jr., deixando apenas o baterista Fernando Oster como remanescente da formação original. Em seu lugar, Andre Mellado foi convocado, e o quarteto seguiu se apresentando. Atualmente excursionam a Colômbia pela primeira vez. Serão duas semanas de turnê com oito datas marcadas.
Palavras não são capazes de transmitir a noção exata do que esses caras fazem. Dizer que é Thrash Metal para quem ainda não os conhece pode ser vazio. Ficarão com a ideia que sabem o que esperar. Mas não é bem assim. O Woslom faz mágica, pois é muito fácil de gostar! Suas músicas são capazes de agradar, sem esforços, a gregos e troianos, revitalizando uma vertente onde geralmente não temos expectativas de sermos impressionados seriamente.


 Time To Rise (2010)

01 - Time To Rise
02 - Soulless (S.O.T.D.)
03 - Power & Misery
04 - The Deep Null
05 - Mortal Effect
06 - Despise Your Pain
07 - Downfall
08 - Checkmate
09 - Beyond Inferno

Ouvir (Spotify)

 Evolustruction (Single) (2013)

01 - Evolustruction
02 - Time To Rise (Live In Passos de Ferreira, Portugal)
03 - Soulless (Live In Emmen, Netherlands)
04 - The Deep Null (Live In Gothenburg, Sweden)

 Evolustruction (2013)

01 - Evolustruction
02 - Haunted By The Past
03 - Pray To Kill
04 - River of Souls
05 - No Last Chance
06 - New Faith
07 - Breathless (Justice's Fall)
08 - Purgatory
09 - Breakdown (Mad Dragzter Cover) (Bonus Track)
10 - Evolustruction (Extended Version) (Bonus Track)

Ouvir (Spotify)

 Panzer Fest (Compilation) (2013)

01 - Command6: Crush The World
02 - Command6: Dawn of A Man
03 - Forka: Black Ocean
04 - Forka: Empire Surrender
05 - Nervochaos: To The Death
06 - Nervochaos: Pazuzu Is Here
07 - Panzer: Rising
08 - Panzer: Burden of Proof
09 - Woslom: Evolustruction
10 - Woslom: Time To Rise

 A Near Life Experience (2016)

01 - Underworld of Aggression
02 - A Near Life Experience
03 - Brokenbones
04 - Lapses of Sin
05 - Redemption
06 - Unleash Your Violence
07 - Lords of War
08 - Total Speed Thrash
09 - Thrasher's Return

Ouvir (Spotify)

Nenhum comentário:

Postar um comentário