Social Icons

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Grand Magus - Discografia

O Grand Magus surgiu em 1999, na Suécia, formado pelo ex-vocalista/guitarrista do Cardinal Fang, Janne "JB" Christoffersson e pelo baixista Fox Skinner. Em seguida veio o baterista  Fredrik "Trisse" Liefvendahl, e o conjunto gravou sua primeira demo. No ano seguinte gravaram outra demo e começaram a despertar o interesse dos ouvintes com um som calcado no Doom Metal e no Stoner Rock.
Em 2001, vem um split CD com o Spiritual Beggars (da qual JB também é vocalista) e a gravação do primeiro disco que levou o nome do conjunto.
O primeiro álbum mostrou que a massa sonora, tinha elementos de vertentes como Blues, Doom Stoner e Rock Setentista. Já o Power Trio se destacava em todos os aspectos, mas a voz de JB dá o tom nas faixas, com uma interpretação que transporta emoção para as composições. Destaques para: Coat Of Arms, Black Hole, Wheel Of Time, Mountain Of Power e Never Learn.
Desde o início, a banda utilizou bastante das redes sociais para divulgar o seu trabalho, o que fez sua popularidade crescer no cenário underground.
Ainda melhores, lançam em 2003, Monument, trabalho que levou o conjunto para um nível superior, com aquele som arrastado e letras enigmáticas, que exploram com maestria o ocultismo. São claras as referências a entidades como Black Sabbath, Candlemass e Pentagram. Embora não traga nada de revolucionário, o conjunto consegue honrar os nomes anteriormente citadas, como nas faixas Summer Solstice e Chooser Of The Slain (Valfader), que poderiam estar presentes em um álbum do Sabbath, Brotherhood Of Sleep, que remete ao Candlemass, Food Of The Gods, semelhante ao Cathedral da época do The Ethereal Mirror e, por fim, Ulvaskall (Vargr), que expõe o que é o Doom Metal de maneira precisa.
Se o disco de estréia já dava mostras da qualidade do Grand Magus, Monument reforçou tal condição, colocando-os entre os melhores do mundo em sua vertente.
Em 2005 vem o terceiro álbum, chamado Wolf's Return. Mantendo o mesmo nível do trabalho anterior, o novo disco trazia outras pérolas, como a faixa-título, Blood Oath, Nine, Kingslayer e Light Hate. Não bastasse isso, fica claro no álbum, que ele está mais para o lado do Heavy Metal, o que casou maravilhosamente com o que já vinham fazendo. A parte instrumental cresceu ainda mais e chega a causar espanto imaginar que são "apenas" um trio. JB ganha um destaque especial, tanto pelo seu trabalho com a guitarra, quanto para os seus belos vocais. Aliás, não há como negar que o cara seja um dos melhores vocalista do Metal atual. Seu belo timbre lembra bastante o de Chris Cornell, mas um pouco mais agressivo, ideal para o som o Grand Magus.
Tente imaginar a fusão de clássicos do Doom Metal, como Candlemass, Saint Vitus e Trouble com o Heavy Metal tradicional de nomes como Iron Maiden e Judas Priestpois é isso que pode ser encontrado em Wolf's Return.
Nesse ponto da carreira o Grand Magus passou a dividir opiniões, enquanto aqueles que entendiam sua proposta, aclamavam o trabalho dos caras, outros mais conservadores, torciam o nariz para o seu som, tornando-os um daqueles conjuntos polêmicos em que ou você ama ou odeia, não tem meio termo.
O baterista Fredrik "Trisse" Liefvendahl deixa o conjunto em 2006 e para seu lugar vem Sebastian "Seb" Sippola.
Em 2008, vem Iron Will, disco que pode ser considerado como a união definitiva de tudo o que fizeram de bom nos trabalhos anteriores. Stoner Metal, Epic Heavy Metal, etc... foram vários os rótulos a que a banda foi adicionada, sendo realmente difícil situar o seu som em alguma estilo específico. Como destaques, somente para citar alguns, temos Like The Oar Strikes The Water, que abre o disco de forma magistral, com o todo seu peso e energia, a cadenciada Beyond Good And Evil e seu belo solo e a épica faixa-título.
Com Iron Will, o Grand Magus conseguiu se impor como um dos grandes nomes do Heavy Metal atual, sendo que, embora seu som faça referências à bandas do passado, sua sonoridade é renovadora, não soando nenhum pouco datada.
Com o sucesso de Iron Will, a banda foi contratada pela gigante Roadrunner Records e o primeiro fruto dessa parceria é Hammer Of The North, de 2010. O nome e arte da capa podem dar a idéia de que álbum é voltado para a temática Nórdica, mas a mesma não faz tão presente assim no trabalho. Ainda que não seja um disco tão brilhante quanto o anterior, há grandes momentos proporcionados por JB, como nas faixas I, The Jury, Mountains Be My Throne e Savage Tales. O disco é vibrante, emotivo e direto, sendo que em algumas faixas faz o som se aproximar do Power Metal. Embora seja diferente dos demais trabalhos, Hammer Of The North ainda mantém o Grand Magus em alta.
Ainda em 2010, JB deixa o Spiritual Beggars, para se dedicar exclusivamente ao Grand Magus.
Em 2012, vem o sexto disco do conjunto, The Hunt, lançado pela Nuclear Blast, e que mantém as tendências de Hammer Of The North, o que pode ser conferido nas faixas Starlight Slaughter e Sword Of The Ocean. O lado épico já fica por conta de Valhalla Rising e Sons Of The Last Breath. E o disco ainda tem as excelentes Storm King e Silver Moon. São evidentes as mudanças na sonoridade, sendo que em alguns momentos, o álbum lembra nomes como Running Wild, Manowar e Saxon, bem diferentes das referências do início do conjunto.
The Hunt marcou a estréia do baterista Ludwig Witt, que também faz parte do Spiritual Beggars.
Após The Hunt, os amantes do Stoner/Doom Metal praticados pelo conjunto até o brilhante Iron Will, ficaram decepcionados com a fase atual, embora ainda pudessem reconhecer as qualidades do conjunto.
Em 2014, o Grand Magus retornaria ao som que os consagrou e, finalmente lançaria um disco que pode ser considerado a continuação de Iron Will: Triumph And Power. Um dos melhores lançamentos do ano, o álbum resgata suas grandes virtudes em termos de composição e traz verdadeiros clássicos como On Hooves Of Gold, Steel Versus Steel, Dominator e a faixa-título.
Após Iron Will, o Grand Magus acabou tornando-se um conjunto mainstream, o que pode ter contribuído de forma negativa para os trabalhos seguintes, mas com Triumph And Power eles comprovaram que podem agradar a todos que gostam da música pesada, com riffs certeiros, belos solos, refrões grudentos e faixas arrastadas, densas, mas com energia, tudo isso aliado a um dos melhores vocalistas da atualidade.
Sem dúvidas, um dos grandes nomes do Metal atual e que, infelizmente, ainda não foi lançada no mercado nacional! E depois ainda vem gente reclamar dos downloads! Não fosse por essa facilidade de ter acesso a todo tipo de conteúdo, acabaríamos privados de saborear a significativa discografia do Grand Magus!


 Demo - 1999

01 - Summer Solstice
02 - Coat Of Arms
03 - A Game Of Tarot


 Demo - 2000

01 - Stonecircle
02 - Twilight Train
03 - Glow


 It's Over - Twilight Train (Split CD) - 2001

01 - Spiritual Beggars - It's Over
02 - Grand Magus - Twilight Train

Download

 Grand Magus - 2001

01 - Gauntlet
02 - Legion
03 - Never Learned
04 - Black Hound Of Vengeance
05 - Coat Of Arms
06 - Generator
07 - Wheel Of Time
08 - Lodbrok
09 - Black Hole
10 - Mountain Of Power

 Monument - 2003

01 - Ulvaskall (Vargr)
02 - Summer Solstice
03 - Brotherhood Of Sleep
04 - Baptised In Fire
05 - Chooser Of The Slain (Valfader)
06 - Food Of The Gods
07 - He Who Seeks Shall Find


 Wolf's Return - 2005

01 - Kingslayer
02 - Nine
03 - Blodïrn
04 - Wolf's Return
05 - Blood Oath
06 - Jarnborn
07 - Repay In Kind
08 - Hamnd
09 - Ashes
10 - Light Hater
11 - Wolf's Return Part ll

 Iron Will - 2008

01 - Like The Oar Strikes The Water
02 - Fear Is The Key
03 - Hoevding
04 - Iron Will
05 - Silver Into Steel
06 - The Shadow Knows
07 - Self-Deciever
08 - Beyond Good And Evil
09 - I Am The North

Download

 Hammer Of The North - 2010

01 - I, The Jury
02 - Hammer Of The North
03 - Black Sails
04 - Mountains Be My Throne
05 - Northern Star
06 - The Lord Of Lies
07 - At Midnight They'll Get Wise
08 - Bond Of Blood
09 - Savage Tales
10 - Ravens Guide Our Way


 The Hunt - 2012

01 - Starlight Slaughter
02 - Sword Of The Ocean
03 - Valhalla Rising
04 - Storm King
05 - Silver Moon
06 - The Hunt
07 - Son Of The Last Breath
08 - Iron Hand
09 - Draksadd
10 - Silver Moon (Demo) (Bonus Track)
11 - Storm King (Demo) (Bonus Track)
12 - Sword Of The Ocean (Demo) (Bonus Track)

Download

 Triumph And Power - 2014

01 - On Hooves Of Gold
02 - Steel Versus Steel
03 - Fight
04 - Triumph And Power
05 - Dominator
06 - Arv
07 - Holmgång
08 - The Naked And The Dead
09 - Ymer
10 - The Hammer Will Bite
11 - Blackmoon (Bonus Track)



Nenhum comentário:

Postar um comentário