Social Icons

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Avatarium - Discografia Comentada

Fazer um Black Sabbath com uma mulher nos vocais. Foi essa ideia, no mínimo inusitada, que uniu os gênios do Metal sueco Leif Edling (baixista, líder do Candlemass) e Mikael Åkerfeldt (vocalista e guitarrista, líder do Opeth).
Assim, em 2013, teve o início o projeto Avatarium, porém, antes mesmo de iniciarem o processo de gravação, Mikael foi obrigado a deixar a banda, embora suas influências ainda se façam presentes na sonoridade do conjunto.
A saída do líder do Opeth foi bem compensada, foi junto com Leif Edling, estão presentes outros músicos experientes e já reconhecidos, sendo eles: Marcus Jidell (guitarrista, ex-Evergrey), Lars Sköld (baterista, Tiamat) e Carl Westholm (teclados, ex-Candlemass).
Para completar a formação e ser o principal diferencial do Avatarium, temos a vocalista Jennie An-Smith, que é esposa de Marcus Jidell.
Em razão do prestígio de seus músicos da expectativa criada em cima do projeto, assinaram um contrato com a gigante Nuclear Blast e já partiram para a gravação do primeiro álbum.
Para criar ainda mais expectativa sobre o que estava por vir, soltaram o compacto Moonhorse, que recebeu várias resenhas positivas, ressaltando o pioneirismo e o talento dos membros do Avatarium.
O primeiro álbum, homônimo, também saiu em 2013, e deixou muitos ouvintes entusiasmados e outros, nem tanto.
Nesse ponto, é preciso entender a proposta do conjunto. No compacto tem um cover de War Pigs do Black Sabbath, que é bem diferente da original e já dá pra ter uma ideia de que apenas comparar as bandas e trocar os vocais não é bom negócio.
O esquema aqui é mais calmo, e isso se deve claramente às linhas vocais. O álbum tem ótimos riffs e o peso está presente, bem como aquele clima obscuro e denso característico do Doom Metal, como na ótima Moonhorse, mas os vocais tornam tudo diferente, tirando o peso do som.
Eu demorei um certo tempo para assimilar esse trabalho, pois com Edling à frente de tudo, tinha-se a impressão de que o Avatarium seria o sucessor do Candlemass, mas não é bem assim.
É preciso entender que a proposta é bem diferente e quando se consegue assimilar isso, a audição se torna muito mais agradável.
Faixas como Birds Of Prey e Tides Of Telephaty são dois grandes destaques, que acabam fazendo uma ótima mistura entre a voz suave de Jennie e o peso do restante do conjunto. Sem dúvidas trata-se de uma abordagem mais acessível, mas que, dentro de um estilo tão saturado e sem tantas inovações, há de se dar um crédito ao Avatarium.

|    Official Website    |    Facebook Page    |
|    Twitter    |    YouTube Channel    |


 Moonhorse (EP) (2013)

01 - Moonhorse
02 - Boneflower
03 - War Pigs (Black Sabbath Cover)

Ouvir (Spotify)

 Avatarium (2013)

01 - Moonhorse
02 - Pandora's Egg
03 - Avatarium
04 - Boneflower
05 - Bird Of Prey
06 - Tides Of Telepathy
07 - Lady In The Lamp

Ouvir (YouTube)
Ouvir (Spotify)

 All I Want (EP) (2014)

01 - All I Want
02 - Deep Well
03 - Pandora's Egg (Live)
04 - Tides Of Telepathy (Live)
05 - Bird Of Prey (Live)

Ouvir (Spotify)

 The Girl With The Raven Mask (2015)

01 - Girl With The Raven Mask
02 - The January Sea
03 - Pearls and Coffins
04 - Hypnotized
05 - Ghostlight
06 - Run Killer Run
07 - Iron Mule
08 - The Master Thief
09 - In My Time of Dying (Bonus Track)

Ouvir (YouTube)
Ouvir (Spotify)

Nenhum comentário:

Postar um comentário