Social Icons

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Autumn Flowers - Discografia Comentada

A cidade mineira de Juiz de Fora vive um momento especial para os amantes da vida pesada. Bandas como Hagbard, Hard Desire, Glitter Magic, entre outras, deram um novo fôlego para uma cena que já havia vivido um grande momento a partir de 2003.
O ponto de afirmação da atual fase da cidade, será receber o show do Sabaton no próximo dia 14 de setembro.
E se hoje a cena colhe ótimos frutos, parte desse sucesso deve-se aos conjuntos que surgiram no início dos anos 2000 e que romperam fronteiras, trazendo para cidade uma vertente diferente do que se tocava na região, e um desses conjuntos era o Autumn Flowers, formado em 1998.
Já em 2000, quando a formação era Raphael Vasconcelos (vocal), Leandro Mesquita (vocal e guitarra), Mauricio Fernandes (guitarra), Vitor Gomes (baixo), Diogo Dadati (teclados e violino) e Camilo Rangel (bateria), lançaram uma demo, que foi muito bem recebida pela mídia especializada.
A banda se destaca por fazer um Doom Metal clássico, com várias influências de nomes como My Dying Bride e Anathema (mais antigo).
Após o lançamento da demo, o conjunto seguiu sua jornada, buscando realizar o sonho de lançar o primeiro álbum. Nessa caminhada participaram de eventos importantes pelo Brasil, tocando ao lado de nomes como: Dynamo, Sadistic Gore, Elevare, Devourer, Sepulcro, Black Widow, Thessera, Avec Tristesse, Silent Cry, Imago Mortis e Nordheim, além dos gigantes Ratos de Porão, Korzus, Dr. Sin e Andre Matos.
E a luta dos caras em busca de espaço e reconhecimento foi recompensada com o brilhante Of Essence And Nightmare, que saiu em 2010.
O álbum é denso, melancólico, com excelentes partes de piano e violino, sendo elas colocadas na medida certa. Ao contrário de grande parte dos conjuntos de Doom, que modificaram seu som ao longo dos anos, trazendo influências do Gothic, no caso do Autumn Flowers o foco era o Doom clássico, com ênfase nos riffs. O vocal é bem agressivo e muito bem encaixado, como na fantástica Witchammmer, que em suas linhas guitarra, lembra bastante o que faz o Candlemass. E os destaques prosseguem com a emotiva Lost In The Garden e em Stardust, que tem bons vocais limpos. Thorns In The Womb é outra faixa digna de elogios, com uma ótima alternância entre os vocais.
Em linhas gerais trata-se de um ótimo trabalho, sendo que em termos de produção e composição, é um álbum que representa muito bem o estilo.
O álbum foi muito bem aceito pelos fãs e pela mídia especializada, mas não foi o suficiente para que o conjunto seguisse na ativa.
Tempos após o lançamento de Of Essence and Nightmare, o Autumn Flowers acabou encerrando suas atividades.
É uma pena que uma banda com tanta qualidade e que conseguiu ser uma pioneira no estilo em sua região, não esteja mais na ativa. Fica na expectativa para que, com a efervescência da cena atual em Juiz de Fora, possam retornar aos palcos e receber o reconhecimento de que tanto fizeram por merecer!


 Of Essence and Nightmare (2010)

01 - Of Essence and Nigthmare
02 - Witchhammer
03 - Kingdom of Hypocrisy
05 - Stardust
06 - The Last Farewell
08 - Bring Me To My Cradle
09 - What Lies Beneath
10 - Time After Time (Bonus Track)
11 - On My Knees (Bonus Track)


Um comentário:

  1. Cara,o blog é mt foda,e com ótimas bandas brasileiras,estão de parabéns.
    Ae,no 4shared está aparecendo a msg:
    "O link para o arquivo que você solicitou não é válido."
    Mais uma vez,parabéns pelo excelente trabalho.

    ResponderExcluir