Social Icons

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Hate Handles - Discografia

E cada vez mais, novas bandas surgem mostrando que o Metal não está morto; muito pelo contrário! Está em crescimento, principalmente no Brasil. E é por isso que é um estilo musical que nunca morrerá. Seguindo o passo, cada vez mais os músicos que tocam pesado no Brasil se mostram competentes e criativos, mostrando que o som brasileiro é pau-a-pau com o som de bandas de qualquer outra parte do mundo, diferenciando-se apenas o nível de reconhecimento.
O Rio Grande do Sul é um Estado que também vem contribuindo à sua forma para a variedade da música brasileira. Mais um de seus expoentes é tema dessa postagem, uma nova e excelente banda conhecida como Hate Handles, formada em 2011 na cidade de Caxias do Sul.
Na verdade, a banda é desenvolvimento de um embrião nascido em 2006, chamado Blast. Esse projeto havia sido criado pelo guitarrista Maicon Dorigatti e pelo baterista Jonatan Mazzochi (que já mantinham projetos musicais desde a faculdade), e contava com outros músicos, incluindo o baixista Matheus Dalalba, que também faz parte da formação atual do Hate Handles. O foco era reproduzir covers de bandas que os influenciavam e admiravam, tais como Pantera, DevilDriver, Dream Theater, Dimmu Borgir, Slayer, Lamb of God, Ozzy Osbourne, entre outros.
Os anos se passaram e os músicos foram amadurecendo pessoal e musicalmente, levando-os a considerar começar um som próprio, que reproduzisse aquilo que queriam e tivesse a cara deles. Essa mudança aconteceu após o fim do Blast, em 2010, e se concretizou em 2011 com a fundação do Hate Handles, contando com os três membros já mencionados, acrescidos do vocalista Charles Magnabosco.
Dali pra frente foi questão de tempo até as coisas saírem das ideias para a realidade. As composições começaram e o projeto foi tomando forma, com contribuição de todos os membros, em conjunto.
Logo em 2012, os gaúchos já entraram em estúdio para a gravação de algumas demos, mas acabou que o projeto foi se desenvolvendo e as canções foram se acumulando, desembocando no que veio a se tornar seu álbum de estreia. Lançado em 21 de novembro de 2013 pela Eternal Hatred Records, "Die In The Hands of Believers" é o resultado de um trabalho dedicado e muito bem feito. Suas canções com letras de cunho filosófico e anti-político/religioso são transmitidas através de uma sonoridade que apesar de cadenciada e harmoniosa, tem bastante peso e firmeza. Os riffs são bem distorcidos, e os solos revelam bastante o lado melódico do conjunto. O vocal é um gutural rasgado que lança mão de um aspecto revoltado e irado, interpretando com precisão as letras. A melhor definição da excelência do que esses caras fazem seria o Thrash/Groove Metal, em uma pegada bem parecida com a atual do Panzer, de São Paulo, mas com estética mais arrastada.
Embora sua sonoridade tenha personalidade e transmita sentimentos intensos, ainda não tem a personalidade própria que almejam. Todavia, esse foi o primeiro passo de uma banda entrosada, que pode vir a contribuir ainda mais com a cena, ainda mais em vista de que "Die In The Hands of Believers" foi um dos melhores discos nacionais lançados em 2013. Banda de qualidade, com álbum de qualidade e gravação de primeira linha, e o melhor de tudo: brasileira! Vale a pena conferir essa sonzeira!


 Die In Hands of Believers (2013)

01 - Nothing Usefull
02 - Keep The Disease
03 - Deceived
04 - Die In Hands of Believers
05 - Bring You Back
06 - Why Praise?
07 - Respect By Fear
08 - Persistence of The Defeated
09 - Escape


Nenhum comentário:

Postar um comentário