Social Icons

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Fängörn - Discografia

Fazer Folk Metal, muitas, muitas bandas fazem. Mas com qualidade, de modo impressionante, que realmente prenda a pessoa... bom, aí são outros quinhentos... pelo menos pra mim, que gosto muito do estilo, mas é raro eu apontar e dizer "esse álbum aqui é caralhoso". Se você está afim ou com saudade de ouvir uma banda da linha que o faça repetir a audição de algum disco e que ao mesmo tempo seja bastante desconhecida, então aqui está a oportunidade.
O Fängörn (sim, o mesmo nome daquela floresta d'O Senhor dos Anéis) é uma banda originária de São Petersburgo, na Rússia, formada no ano de 2007. Claramente, a proposta sempre foi alcançar um som que não apenas soe medieval, pagão, mas também seja épico, envolvente e volumoso.
Após conquistar um contrato com o selo Purity Through Fire, o quinteto composto por Vitaliy Senchenko (vocal gutural e teclados),Vladimir Fedorov (vocal limpo e guitarra), Alexandr Dunaev (guitarra), Vladimir Pronin (baixo) e Ivan Kashirin (bateria) lançou em 2010 o primeiro álbum, que recebeu o nome "Mysterious Land". O disco é incrivelmente curto, tendo apenas 30 minutos de duração, mas a experiência é muito boa. A sonoridade é um Folk interpretado à base de teclados e violões (fora o peso do lado Metal), sobrepostos por vocais que alternam entre o gutural rasgado do Black Metal, vocais limpos e coros.
No ano seguinte, após a saída do baterista Ivan Kashirin e consequente entrada de Alexandr Byhovskiy, uma demo intitulada "Promo 2011" foi lançada de forma independente trazendo duas faixas: "Stormbringer", que viria a compor o disco seguinte, e "Temple of The King", cover do Rainbow. A demo abriu caminho para a assinatura de contrato com o selo compatriota Sound Age Productions, que é geralmente mais voltado a bandas de Folk Metal e inclusive tinha contrato com o Arkona, antes de assinarem com a poderosa Napalm Records
Agora sob nova guarda e após a volta do baterista Ivan Kashirin e saída do guitarrista Alexandr Dunaev, sai em 2012 o fodaço álbum "Where The Tales Live On". Esse trabalho é impressionante, com um clima maravilhoso e ainda tem quase que o dobro de duração do antecessor. A banda se mostra mais madura, mais criativa, mais profissional e, claro, mais épica. As guitarras têm mais harmonia, os coros grudam na cabeça, os sintetizadores têm uma gama maior de efeitos, a atmosfera é mais encorpada, mais épica, alguns trechos de músicas são mais violentos, e, adocicando ainda mais o Folk, acordeões, flautas e violinos são finalmente introduzidos, tocados por membros de sessão. As músicas têm real energia, alegria, vivacidade... tudo que um Folk de qualidade precisa. A experiência ainda fica cada vez melhor no decorrer do álbum, principalmente da terceira faixa "Sirens' Island" em diante. Pra quem é gamer, vai dar uma gostosa nostalgia de jogos como Age of Empires II, The Settlers VI, Stronghold e outros da linha... sempre acho interessante fazer essa ligação com esses jogos porque faz dar uma sensação vívida do que se trata a bagaça.
Em 2013, o segundo guitarrista Ivan Zvyagincev ingressou no conjunto.
Infelizmente, isso é tudo lançado por esses russos até o momento. Pelo menos o que temos disponível até agora é sensacional e merece os ouvidos do público que curte a linha. Novos trabalhos não devem demorar tanto para serem lançados.


 Mysterious Land (2010)

01 - Mysterious Land
02 - Under The Banner of Berserk
03 - Beautiful Spring
04 - Forgotten Hero
05 - Shield and Sword
06 - Крепкое Пиво Троллей
07 - The Long Way


 Promo 2011 (Demo) (2011)

01 - Stormbringer
02 - Temple of The King (Rainbow Cover)


 Where The Tales Live On (2012)

01 - Everything's Just Begun
02 - Miles Away From Home
03 - Stormbringer
04 - Sirens' Island
05 - Таверна "Троллья Нора"
06 - Swamp Feast
07 - Smoldering Fire
08 - Where The Tales Live On
09 - The Road To Stonehenge
10 - Sword of Discord (The First Sword)
11 - Last Way


Nenhum comentário:

Postar um comentário