Social Icons

domingo, 8 de junho de 2014

Babymetal - Discografia Comentada

Quando conheci o Babymetal, eu não sabia o que pensar. Quer dizer, sabia sim: "japonês tem mania de tornar ridículo o que é legal", "isso é muito ruim", coisas nessa linha...
De certa forma, é até compreensível que eu tenha pensado assim, ainda mais com a resistência a coisas japonesas que tenho. A sonoridade é contestável e um verdadeiro desafio aos limites do que é o Metal e ao gosto de um headbanger. Todo mundo tem uma opinião sobre Babymetal. Uns podem achar uma bagunça, outros, genial, ou ambos ao mesmo tempo. É insano, cara, e uma das coisas mais peculiares que podem ser encontradas hoje em dia!
Numa madrugada dessas da vida, entediado, eu estava navegando pelo YouTube, divertindo-me com comerciais japoneses, até que me deparei com um canal que apresenta vídeos a alguns YouTubers (famosos do YouTube) e analisa suas reações e pensamentos através de perguntas. Após me entreter assistindo alguns, acabei chegando ao divertidíssimo "YouTubers React To Babymetal", o que me fez ver mais um pouco do que essa banda consiste.
Eu não esperava que minha opinião mudasse. Só fiquei curioso em conferir o álbum na íntegra e entender melhor o que é feito. Apesar de esperar que meu pensamento negativo fosse mantido, ou até mesmo, forçar-me a mantê-lo... fui mais um conquistado por esse trio de adolescentes que já é abraçado pelo Japão e vem impressionando o mundo!
Essa montanha-russa musical é de TóquioJapão, e foi fundada em 2011 pela agência de talentos Amuse. A companhia já era responsável pelo grupo Sakura Gakuin (que consiste apenas em meninas na faixa dos 11 aos 16 anos), mas decidiu criar uma subdivisão do mesmo que fundisse Metal e Idol (um estilo musical). Foi aí que as garotinhas Suzuka Nakamoto (Su-Metal), Moa Kikuchi (Moa-Metal) e Yui Mizuno (Yui-Metal) foram convocadas, mesmo que elas não fizessem a mínima ideia do que era Heavy Metal até então.
Acabou que incrivelmente a fusão deu certo! A single "Ijime Dame Zettai", de 2013, por exemplo, vendeu 19 mil cópias na primeira semana e ficou em sexto lugar na Oricon Weekly Singles Chart. Bom, deu certo comercialmente, claro. Se deu certo musicalmente, vai da opinião de cada um.
O Sakura Gakuin tem um sistema interno de graduação onde, após uma membra alcançar certa idade, ela se forma e dá espaço para outra nova. Em 2013, Suzuka Nakamoto (a vocalista principal no Babymetal) estava se graduando, o que acabaria, em teoria, fazendo-a sair também do Babymetal, mas foi decidido que isso não aconteceria e que a banda seguiria de acordo com o plano original.
Mesmo sem ainda terem lançado o debut e vivendo apenas de singles, o grupo já tinha dado tão certo que era famoso por todo o Japão. Chegaram a se apresentar no Summer Sonic Rock Festival em 2012 e 2013 em Tóquio e Osaca (shows assistidos pelos membros do Metallica), e, incrivelmente, em outubro de 2013, no Loud Park, o maior evento de Metal do Japão. Elas são inclusive o conjunto mais jovem a se apresentar no festival, com uma média de idade de 12 anos.
Ainda antes de lançar o debut, já tinham colocado nas lojas o DVD/Blu-ray "Live: Legend I, D, Z Apocalypse". Lançado em novembro de 2013, consiste no registro de performances em três diferentes shows.
Por fim, em fevereiro de 2014, o debut é lançado, auto-intitulado. Ele é uma das experiências mais desafiadoras que um ouvinte de qualquer gênero musical pode ter. Realmente pensei que não ia gostar, mas alguma coisa te convence. É um verdadeiro liquidificador de Heavy MetalJ-Rock do tipo bem fofo, Dubstep, fora passagens de Rap, dependendo da canção. É possível ainda ter todas essas experiências dentro de uma mesma faixa!
Tente imaginar uma música que tenha a pesadas guitarras e bateria pegada e solos de veia Speed do Metal, vocais femininos fofos tipicamente do J-Rock alternando com guturais, lado-a-lado com o "robotismo dançante" do Dubstep, ou ainda alcançando um momento "nigga" que o faz mover apenas o pescoço para frente e para trás, pelo Rap, e ainda por cima, com letras em japonês que passam mensagens inocentes sobre doces ou anti-bullying. Em teoria, inimaginável. Na prática, consistente. Isso é Babymetal!
Se parar pra pensar, essa fusão de gêneros tão distantes é genial. Eu nunca imaginei que fosse ver um híbrido de Metal e Dubstep tão bem feito e viciante como em "Uki Uki ★ Midnight", ou que Metal e Rap ficariam fofos como em "Iine!". Como se não bastasse a musicalidade impressionar, um de seus maiores sucessos (cujo refrão mais gruda na cabeça), "Gimme Chocolate!!", mostra que as meninas são muito bem ensaiadas pra fazer algo quase impossível no Metal: coreografia! Claro, a veia Dubstep ajuda a ter dança, mesmo assim, não fica forçado. A coreografia é forte, impõe moral, com passos e até caretas cronometradas. Até mesmo a vestimenta consegue ser obscura e delicada ao mesmo tempo. Elas são impressionantes da música à linguagem corporal.
Empolgadas, disciplinadas e talentosas, o trio de garotas tem apresentações ao vivo animadas e energéticas, apresentam-se em shows lotados e ainda contam com uma banda ao fundo chamada Full Metal Band, ou então a Mime Band, que se veste de esqueleto e apenas finge estar tocando, ao contrário da primeira. Frequentemente fazem um sinal parecido com os horns do Metal, mas não é. O símbolo que elas fazem é o da kitsune (raposa). A diferença é que enquanto os horns erguem o indicador e o mindinho e o polegar se fecha sobre o médio e o anelar, o da kitsune ergue o indicador e o mindinho (orelhas), mas o polegar, médio e anelar se encontram esticados (focinho).
A primeira reação da grande maioria é de risos. Altos e sonoros risos! Porque, de fato, por ser tão inusitado e misturar tanta coisa diferente, é engraçado. No entanto, se repetir as músicas, acaba percebendo a seriedade, apesar de tudo, e pode passar a apreciar. Pelo menos comigo foi assim. Tem o lado triste da história também, pois é um conjunto fundado por gente que quer lucrar em cima do talento dos outros... Mas todo ouvinte de música, de qualquer gênero musical, deveria dar uma chance a essas garotas, em especial os headbangers. Peço para ouvi-las com toda a mente aberta do mundo, entendendo o que elas querem passar e analisando os brilhantes pontos que elogiei mais acima. Particularmente, acho genial!


 Babymetal (2014)

01 - Babymetal Death
02 - Megitsune [メギツネ]
03 - Gimme Chocolate!! [ギミチョコ!!]
04 - Iine! [いいね!]
05 - Akatsuki [紅月-アカツキ-]
06 - Doki Doki ☆ Morning [ド・キ・ド・キ☆モーニング]
07 - Onedari Daisakusen [おねだり大作戦]
08 - Song 4 [4の歌]
09 - Uki Uki ★ Midnight [ウ・キ・ウ・キ★ミッドナイト]
10 - Catch Me If You Can
11 - Rondo of Nightmare [悪夢の輪舞曲]
12 - Head Bangya!! [ヘドバンギャー!!]
13 - Ijime Dame Zettai [イジメ、ダメ、ゼッタイ]

Ouvir (Spotify)

 Live At Budokan - Red Night (Live) (2015)

01 - Megitsune [メギツネ]
02 - Doki Doki ☆ Morning [ド・キ・ド・キ☆モーニング]
03 - Gimme Chocolate!! [ギミチョコ!!]
04 - Iine! [いいね!]
05 - Catch Me If You Can
06 - Uki Uki ★ Midnight [ウ・キ・ウ・キ★ミッドナイト]
07 - Rondo of Nightmare [悪夢の輪舞曲]
08 - Onedari Daisakusen [おねだり大作戦]
09 - Song 4 [4の歌]
10 - Akatsuki [紅月-アカツキ-]
11 - Babymetal Death
12 - Head Bangya!! [ヘドバンギャー!!]
13 - Ijime Dame Zettai [イジメ、ダメ、ゼッタイ]
14 - Road of Resistance

Ouvir (Spotify)

 Metal Resistance (2016)

01 - Road of Resistance
02 - Karate
03 - Awadama Fever
04 - Yava!
05 - Amore
06 - Metal Taro
07 - Syncopation
08 - GJ!
09 - Sis. Anger
10 - No Rain, No Rainbow
11 - Tales of The Destinies
12 - The One

Ouvir (Spotify)

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Tá não! Espere o outro download concluir e tente novamente. O Ulozto não permite downloads simultâneos.

      Excluir
  2. Você no início diz que os Japas tem "o dom" de tornar coisas legais ridículas, mas as vezes eles conseguem também fazer algo ridículo ficar legal.

    É o caso dessas menininhas Kawai! kkkk

    Em um período de marasmo eu diria que é um dos grupos mais autênticos do momento!

    ResponderExcluir
  3. EU TIVE A MESMA SENSAÇÃO DE QUEM ESCREVE ESTÁ MATÉRIA. MAS DEVO CONFESSAR QUE ESTOU ADORANDO, É IMPRESSIONANTE O SOM AGRESSIVO CONTRASTANDO COM A MEIGUICE DAS GAROTAS.

    ResponderExcluir
  4. MUITO BOM O SOM.O DESTAQUE CLARO É DAS MENINAS MAS A BANDA É DO CARVALHO. PÕE MUITA GRANDE AÍ NO BOLSO.ACHE RUIM QUEM ACHAR

    ResponderExcluir