Social Icons

sábado, 1 de março de 2014

Arcturus - Discografia Comentada

Para quem se liga em Astronomia uma banda chamada Arcturus já chama a atenção logo de cara. Arcturus (Arcturo) é uma estrela pertencente à constelação de Boötes (Boeiro), sendo a quarta mais brilhante observada do céu terrestre.
Não bastasse isso, o conjunto é originário da Noruega e claro, se dedica ao que há de melhor no Black Metal daquele país.
A banda surgiu em 1987, sob o nome de Mortem. Em 1989, lançaram sua primeira demo chamada Slow Death.
Apesar da grande repercussão trazida para o Black Metal Norueguês no início dos anos 90 em decorrência dos acontecimentos relacionados ao Inner Circle, a banda não conseguiu grande projeção. As mentes criativas por trás do som do Arcturus eram o tecladista Sverd e o baterista Hellhammer (que tocava também com o Mayhem). Outro membro que já estava na banda nessa época era o baixista Skoll.
Em 1991, a banda lançou o compacto My Angel e logo em seguida entraram na banda o vocalista Garm (Ulver, ex-Borknagar) e o guitarrista Samoth (Emperor).
A nova formação gravou outro compacto, chamado Constelation, que saiu em 1994 pelo selo de Samoth.
Pela qualidade dos músicos envolvidos e também do material, o Arcturus começava a despontar como um grande nome no cenário underground. Samoth acabou deixando o conjunto, dando lugar para Carl August Tidemann.
Era a hora do passo definitivo e ele veio em 1995, com o lançamento de Aspera Hiems Symfonia, primeiro disco do conjunto.
Contando com membros da verdadeira elite do Black Metal, o álbum já chamava a atenção pela qualidade da produção, um diferencial na época. Mesclando vocais limpos, com partes mais urradas e rasgadas, Aspera Hiems Symfonia mostrou toda a versatilidade da banda, com um ótimo trabalho nas partes mais sinfônicas. Enquanto a maioria das bandas do estilo buscava um som mais agressivo e direto, desde o início o Arcturus trabalha um lado mais progressivo, unindo com maestria as duas vertentes.
O disco teve uma boa divulgação graças a um contrato com a Century Black, uma divisão da Century Media.
Quando se preparava para gravar o segundo álbum, Carl August deixou a banda, dando lugar ao guitarrista Knut M. Valle. Nesse período os demais músicos decidir abdicar de seus pseudônimos, passando a serem conhecidos como an Axel Von Blomberg, (HellHammer); Steinard Sverd Johnsen (Sverd); Hugh Stevens James Mingry (Skoll) e Garm Wolf (Garm).
Em 1997, veio o segundo disco: La Masquerade Infernale. O álbum mostrou um conjunto mais melódico, dando mais ênfase na parte progressiva, o que acabou desagradando aqueles que procuram um som mais extremo. A predominância dos vocais limpos e as orquestrações fazem parte dessa mudança.
Apesar do estilo ter mudado bastante, ainda possível ver resíduos do que o Arcturus foi no primeiro álbum, como por exemplo na faixa Alone.
La Masquerade Infernale contou com a participação do gênio Simen "ICS Vortex" Hestnæs (Dimmu Borgir, Borknagar) nas faixas The Chaos Path, Master Of Disguise e Painting My Horror.
Em 1999, a banda lançaria a coletânea Disguised Masters, que trazia novas versões de suas faixas mais relevantes. Após esse álbum, Garm Worf adotaria a alcunha de Trickster G. Rex.
A banda contou ainda, que a entrada do baixista Dag F. Gravem, e com essa formação partiram para a gravação do terceiro álbum de inéditas, denominado The Sham Mirros, lançado em 2002.
Esse é o álbum mais controverso da carreira da banda. Enquanto as mudanças do primeiro para o segundo disco foram naturais e até mesmo positivas, o terceiro disco exagera na inserção de elementos modernos. Em The Sham Mirrors é possível ver influências de música eletrônica e até mesmo Hip-Hop, fazendo uma verdadeira salada musical, sendo um álbum difícil de digerir. Como ponto positivo, temos a presença de outro gênio Ihsahn (Emperor) fazendo os vocais rasgados na faixa Radical Cut.
Em 2005, a banda mostrou que não havia perdido a mão e para o próximo disco, trouxe ICS Vortex como vocalista principal. Tiveram, ainda, a inclusão de Tore Moren como segundo guitarrista. Assim, lançaram o espetacular Sideshow Symphonies. O álbum reduziu o uso de sintetizadores e investiu em uma sonoridade mais introspectiva, densa, com as guitarras trabalhando linhas mais suaves. Tudo isso, serviu para que Vortex brilhasse, pois há um grande destaque para sua voz. Apesar dos problemas de mixagem, pois algumas faixas estão com problemas, até mesmo baixas, o disco é ótimo, digno daqueles que o criaram.
Em 2006, a banda lançou o DVD Shipwrecked In Oslo, que serviu para aumentar ainda mais a popularidade e a admiração do público.
Infelizmente, a banda resolveu dar uma parada em 2007, pois todos os seus membros tinham outros projetos para se dedicar. A última apresentação se deu em abril, na Austrália.
Vortex seguiu fazendo sucesso com o Dimmu Borgir, mas após deixar o conjunto, deu a entender que gostaria de ressuscitar o Arcturus, o que acabou ocorrendo em 2011, com os retornos de Sverd, HellHammer, Skoll e Knut Magne Vall.
Após uma série de apresentações bem sucedidas, a banda anunciou em sua página do Facebook que está trabalhando em um novo disco, sendo que o mesmo tem previsão para ser lançado ainda em 2014.

|    Facebook Page    |    Bandcamp    |


 Mortem (Pre-Arcturus) - Slow Death (Demo) (1989)

01 - Intro
02 - Mutilated Corpse
03 - Milena
04 - Slow Death
05 - Agonized To Suicide
06 - Nightmare

 Promo 90 (Demo) (1990)

01 - Intro
02 - My Angel
03 - Untitled
04 - Morax
05 - Outro

 My Angel (EP) (1991)

01 - My Angel
02 - Morax

 Constellation (EP) (1994)

01 - Rod Og Svart
02 - Icebound Streams And Vapours Gray
03 - Naar Kulda Tar (Frostnettenes Prolog)1
04 - Du Nordavind

 Aspera Hiems Symfonia (1995)

01 - To Those Who Dwellest In The Night
02 - Wintry Grey
03 - Whence And Whither Goest The Wind
04 - Raudt Og Svart
05 - The Bodkin & The Quietus
06 - Du Nordavind
07 - Fall Of Man
08 - Naar Kulda Tar

 La Masquerade Infernale (1997)

01 - Master Of Disguise
02 - Ad Astra
03 - The Chaos Path
04 - La Masquerade Infernale
05 - Alone
06 - The Throne Of Tragedy
07 - Painting My Horror
08 - Of Nails And Sinners

Ouvir (Spotify)

 Disguised Masters (Compilation) (1999)

01 - White Tie Black Noise (Designed By When)
02 - Deception Genisis
03 - Du Nordavind (1998 Re-recording)
04 - Alone (Intellecto - Valle Darktrip)
05 - The Throne Of Tragedy (Phantom FX Jungle Remix)
06 - La Masquerade Infernale (Valle - Hellhammer Reconstruction)
07 - Master Of Disguise (Phantom FX Remix With Gangstafications By S.C.N.)
08 - Painting My Horror (G. Wolf Levitation Mix)
09 - Ad Astra (The Magneta Experience)
10 - Ad Astra (Ensemble Version)

Ouvir (Spotify)

 Reconstellation (Live) (1999)

01 - Raudt Og Svart
02 - Wintry Grey
03 - Naar Kulda Tar (Frostnettenes Prolog)
04 - Du Nordavind
05 - My Angel
06 - Morax
07 - Morax Anno 1996 Ev.
08 - Outro (Radiant Star Befallen)

 True Kings of Norway (2000)

01 - Emperor: The Ancient Queen
02 - Emperor: Witches' Sabbath
03 - Emperor: Lord Of The Storms
04 - Immortal: Diabolical Fullmoon Mysticism
05 - Immortal: Unholy Forces Of Evil
06 - Immortal: The Cold Winds of Funeral Frost
07 - Dimmu Borgir: Inn I Evighetens Mørke (Part 1)
08 - Dimmu Borgir: Inn I Evighetens Mørke (Part 2)
09 - Dimmu Borgir: Raabjørn Speiler Draugheimens Skodde
10 - Arcturus: Det Glemte Riket
11 - Arcturus: Huldradans
12 - Arcturus: My Angel
13 - Arcturus: Morax

 Aspera Hiems Symfonia/Constellation/My Angel - Remastered (Compilation) (2002)

CD 1:
01 - To Thou Who Dwellest In The Night
02 - Wintry Grey
03 - Whence And Whither Goest The Wind
04 - Raudt Og Svart
05 - The Bodkin & The Quietus
06 - Du Nordavind
07 - Fall Of Man
08 - Naar Kulda Tar

CD 2:
01 - The Deep Is The Skies
02 - Cosmojam
03 - Raudt Og Svart
04 - Icebound Streams And Vapours Grey
05 - Naar Kulda Tar
06 - Du Nordavind
07 - My Angel
08 - Morax

Ouvir (Spotify)

 The Sham Mirrors (2002)

01 - Kinetic
02 - Nightmare Heaven
03 - Ad Absurdum
04 - Collapse Generation
05 - Star-Crossed
06 - Radical Cut
07 - For To End Yet Again

Ouvir (Spotify)

 Sideshow Symphonies (2005)

01 - Hibernation Sickness Complete
02 - Shipwrecked Frontier Pioneer
03 - Deamon Painter
04 - Nocturnal Vision Revisited
05 - Evacuation Code Deciphered
06 - Moonshine Delirium
07 - White Noise Monster
08 - Reflections
09 - Hufsa

Ouvir (Spotify)

 Shipwrecked In Oslo (Live) (2006)

01 - Introduction
02 - Ad Absurdum
03 - Nightmare Heaven
04 - Shipwrecked Frontier Pioneer
05 - Alone
06 - Deception Genesis
07 - Chaos Path
08 - Tore Guitar Solo
09 - Deamon Painter
10 - Nocturnal Vision Revisited
11 - Painting My Horror
12 - Steinar Keyboard Solo
13 - Hufsa
14 - Master Of Disguise
15 - Knut Guitar Solo
16 - White Noise Monster
17 - Reflections
18 - Raudt Of Svart
19 - Outro

 Arcturian (2015)

01 - The Arcturian Sign
02 - Crashland
03 - Angst
04 - Warp
05 - Game Over
06 - Demon
07 - Pale
08 - The Journey
09 - Archer
10 - Bane
11 - Angst (Industrial Club Remix) (Bonus Track)
12 - Archer (Sun of The Sleepless Geisterbahn Remix) (Bonus Track)
13 - Game Over (Germ Remix) (Bonus Track)
14 - Warp (Wormhole Remix) (Bonus Track)
15 - Angst (Nailbomb Remix) (Bonus Track)
16 - Arcturian Psychedelic Sign (MøllarN Remix) (Bonus Track)
17 - Warp (Germ Remix) (Bonus Track)
18 - Pale (Necro Deathmort Remix) (Bonus Track)

Ouvir (Spotify)
Ouvir (Bandcamp)


2 comentários:

  1. Bons tempos Vortex no Dimmu Borgir...o live in oslo é foda!recomendado...

    ResponderExcluir
  2. Sem Palavras pra descrever o trabalho desta banda!!! É simplesmente maravilhoso!!!!

    ResponderExcluir