Social Icons

sábado, 24 de agosto de 2013

Oasis - Discografia

Oasis é mais uma banda daquelas que a galera que nasceu no fim dos anos 80 e início dos anos 90 cresceu ouvindo. Seu estilo um tanto "retrô" tanto na vestimenta, nos cabelos, somados com uma sonoridade macia, agradável e Alternativa que reflete até como aos The Beatles, fizeram muito sucesso e fazem ainda até hoje. Lembro que meu pai, que trabalhava como radialista, tinha várias coletâneas montadas por ele mesmo, vários CDs, e o Oasis sempre pintava cá e lá. Foi desde criança que os conheci, mas nunca me aprofundei, e mesmo quando o fiz um pouco, não foi aquilo que me prendesse de verdade. Nem tudo deles gosto, mas inegavelmente trata-se de uma excelente banda com alta relevância no Rock mundial.
O embrião do Oasis era a banda The Rain, formada em Manchester, na Inglaterra, no ano de 1991 e composta por Chris Hutton no vocal, Paul Arthurs na guitarra, Paul McGuigan no baixo e Tony McCarroll na bateria. Porém, insatisfeito com Chris Hutton, Paul Arthurs o substituiu pelo vocalista Liam Gallagher, que foi o responsável pela sugestão da troca do nome para "Oasis", inspirado em um flyer de turnê do Inspiral Carpets no quarto dos irmãos do vocalista, que mostrava o Oasis Leisure Centre em Swidon. Pouco depois, Noel Gallagher, irmão de Liam, acabou se tornando membro da banda pelo fato de ser criativo e compositor, oferecendo aos caras um monte de ideias, coisa que antes era limitado. Sua entrada seria determinante para o resto da carreira do conjunto, cedendo ideias e exercendo uma verdadeira liderança.
Os tempos que se seguiram foram de shows promocionais, gravações de demos e perambulagens por alguns contratos. Após algumas desenrolações, o Oasis acabou assinando um contrato a nível mundial com a Sony. Logo em seguida (abril de 1994) veio a single "Supersonic", que ficou em 31ª nas paradas. Depois veio "Shakermaker", que inclusive foi processada por plágio, obrigando a banda a pagar 500 mil dólares em multa. A seguir veio a terceira single "Live Forever", que ficou entre as 10 primeiras nas paradas. Caminho pavimentado então para o lançamento do debut "Definitely Maybe" em setembro daquele mesmo ano, um disco que eu acho bem fraco. Contudo, na época explodiu e ficou em primeiro nos charts, se tornando o álbum vendido mais rapidamente no Reino Unido até então.
Em abril de 1995, o Oasis lançou a single "Some Might Say", um marco pois foi sua primeira single a atingir o topo das paradas no Reino Unido. Outro marco foi a mudança na formação, com o baterista Tony McCarroll saindo por divergências de direcionamentos com os irmãos Gallagher, fora o fato de que os irmãos duvidavam de sua capacidade como músico, e a do baixista Paul McGuigan. Preenchendo o vazio vieram o baterista Alan White (ex-Starclub), o baixista Scott McLeod, bem como o percussionista Steve White. O fruto do novo line-up foi o álbum que não só foi um sucesso comercial absoluto, mas também é o meu preferido: "(What's The Story) Morning Glory?". A faixa mais atraente desse disco é a famosíssima "Wonderwall", que todos conhecemos. O resto do disco segue uma linha similar, com uma sonoridade bastante "soft" e gostosa, bem longe do tédio do primeiro álbum. O que se sucedeu foi uma grande sequência de shows lotados, vendas relâmpago e singles como "Wonderwall" e "Don't Look Back In Anger" no topo das paradas.
O mês seguinte foi um tanto complicado. Rumores de que a banda estaria acabando surgiram devido a atitudes deploráveis principalmente por parte do vocalista Liam Gallagher. Um MTV Unplugged viria a ser gravado no Royal Festival Hall em Londres, mas Liam não gravou devido à "garganta inflamada". O problema foi que ele assistiu a performance (que contou com Noel nos vocais) do camarim fumando e bebendo cerveja gelada, incomodando e falando asneiras com Noel no intervalo entre as canções. Após quatro dias o Oasis foi para a parte estadunidense de sua turnê, mas Liam não quis ir. A tour se seguiu com Noel nos vocais. Somente em agosto de 1996 é que Liam voltou a participar das turnês, mas durante "Champagne Supernova" no MTV Video Music Awards daquele ano em Nova Iorque, Liam fez gestos obssenos e ofensivos a Noel durante seu solo e ainda jogou cerveja pra todo lado, saindo do palco em seguida. A ida para casa num voo separado do resto da banda aguçou as especulações de que o Oasis acabaria, mas os irmãos acabaram se reconciliando e a turnê prosseguiu.
Em agosto de 1997, mais um ótimo disco emergiu, o "Be Here Now", gravado no Abbey Road Studios, em Londres. Foi mais um sucesso comercial absoluto, vendendo 350 mil cópias apenas no primeiro dia. Porém as vendas semanais foram de 152 mil cópias, abaixo da estimativa de 400 mil, o que acabou por ser considerado um desapontamento. A repercussão tanto dos fãs quanto da mídia crítica foi positiva, mas o lado negativo criticava o maior peso das canções, maior duração e superprodução. A grande turnê "Be Here Now Tour" subsequenciou o lançamento, terminando no início de 1998, ano no qual em seu fim foi lançada a compilação "The Masterplan", contendo faixas lado-B.
O ano de 1999 foi marcado tanto por boas notícias quanto por más. A boa era que a banda estava trabalhando em seu quarto álbum de estúdio, e as ruins são que o tempo dentro da banda estava fechado novamente e o guitarrista Paul Arthurs, membro de longa data, estava deixando o grupo. Na época, a notícia que rolava segundo Noel era de que sua saída foi por motivos pessoais como querer passar mais tempo com a família. Mas a real era problemas entre os dois e para Paul "se concentrar em outras coisas". Além dele, o baixista Paul McGuigan também saiu a banda, deixando um oco nunca antes visto na formação. Contudo, os irmãos Gallagher estavam otimistas e diziam que a banda se reestruturaria e seguiria na estrada. As saídas obrigaram Noel a regravar a maior parte das linhas de guitarra e baixo deixadas por Paul e McGuigan. Após o fim das sessões de gravação, o Oasis começou a caça por novos membros. Rapidamente o guitarrista Colin Archer (ex-Heavy Stereo) já fechou com a banda, mas a chegada de Andy Bell (ex-Ride e Hurricane No. 1) demorou mais tempo para se concretizar. Ele nem tocar baixo sabia. Aprendeu meio que obrigado pela banda, porque Liam Gallagher teria dito "se ele sabe tocar guitarra, ele sabe tocar a porra do baixo!"
O resultado foi o álbum "Standing On The Shoulder of Giants", lançado em fevereiro de 2000, e, claro, mais um número 1 de vendagens no Reino Unido, e 24 na Billboard, além de significar uma certa mudança na sonoridade: consequência direta do fato dos fundadores da banda terem saído. Ainda assim, com influências ainda mais psicodélicas e um caráter mais experimental, todas suas três singles foram top 5 no Reino Unido. Uma turnê mundial sucedeu ao lançamento, cujo primeiro show (que ocorreu no Wembley Stadium) foi gravado e lançado em disco sob o título "Familiar To Millions" no fim de 2000.
Ainda no meio da turnê ao longo de 2001, os caras arrumavam tempo para compôr e gravar seu próximo álbum de estúdio. Desse jeito "Heathen Chemistry" foi lançado já em 2002, e uma nova turnê mundial se sucedeu (assim como incidentes incomuns que sempre perseguem a banda). Enquanto estavam nos Estados Unidos, Noel, Bell e o tecladista de turnê Jay Darlington se envolveram em um acidente de carro na cidade de Indianápolis. Ninguém se feriu gravemente, mas shows tiveram de ser cancelados. Na Alemanha, Liam e Alan foram presos após uma briga feia em uma casa noturna de Munique, onde ficaram bêbados e testes ainda confirmaram que Liam consumiu cocaína. Pra piorar, Liam perdeu os dois dentes da frente e ainda chutou o policial. A multa foi contabilizada como sendo de 40 mil euros.
Enquanto isso a banda já trabalhava no próximo disco de estúdio, tentando fazer com que seu lançamento fosse em dezembro de 2003, para que coincidisse com o aniversário de 10 anos de "Definitely Maybe". Mas o baterista de longa data Alan White deixou o conjunto por não se sentir mais à vontade lá dentro. Sua vaga foi ocupada não-oficialmente por Zak Starkey (The Who), que seguiu gravando material e viajando em turnê com os caras.
O álbum seguinte do Oasis é o "Don't Believe The Truth", disco gravado sob muita turbulência, como de costume. Um disco que herda as tendências deixadas por seu antecessor, e dessa vez, foi considerado um dos melhores trabalhos desde "(What's The Story) Morning Glory?", e como consequência, novamente, número 1 nas paradas britânicas, rendendo mais uma extensiva turnê global, que dessa vez foi mais tranquila e sem incidentes conturbados, além de ser a maior já executada pelo grupo, passando por 26 países, encabeçando 113 shows e se apresentando para mais de 3 milhões de pessoas. Tudo dando certo, de forma lisa, com a banda ressurgindo na qualidade de seus trabalhos, a popularidade novamente aumentou, e a "glória" (como tanto falavam) voltou a ser mais sentida.
A fim de relembrar seus dias de glória, sentindo que já tinham uma carreira mais que solidificada e uma identidade própria, lançaram em 2006 a compilação "Stop The Clocks", onde incluíram faixas que acreditavam serem seu perfil definitivo.
Aquele que veio a ser o sétimo e último álbum da carreira do Oasis foi lançado em 2008 e recebeu o nome "Dig Out Your Soul". Além da marca de ser o último, ele também simboliza a saída do baterista não-oficial Zak Starkey após as sessões de gravação, sendo substituído por Chris Sharrock, que também não se tornou integrante oficial. Houve uma pausa de dois meses durante as gravações devido ao nascimento do filho de Noel. O disco também foi muito feliz e novamente ganhou o topo das paradas britânicas, e saíram em uma nova grande turnê com duração de um ano e meio. A excursão seria tranquila novamente se não fosse o incidente de que durante um show no Virgin Festival, em Toronto, no Canadá, alguém do público não tivesse violentado Noel. O presente foram três costelas quebradas e deslocadas e o cancelamento de vários concertos enquanto se recuperava. Após o caso, a banda começou a perder pique e desandar.
Pra começar, rumores circulavam dizendo que Noel Gallagher entraria em carreira solo, mas foram dissipados. Em seguida, em agosto de 2009, Noel e Liam tiveram uma briga feia no backstage do festival parisiano Rock en Seine, onde Noel chegou a quebrar a guitarra de seu irmão, obrigando seu empresário a não apenas cancelar a apresentação, mas também toda a turnê européia sob o pretexto de que a banda havia acabado. Após duas horas, uma declaração deixada por Noel no site oficial da banda não confirmou as palavras do empresário, mas ressaltou que estava deixando a banda em vista da impossibilidade de trabalhar com seu irmão. O Oasis seguiu, e Noel iniciou o projeto solo Noel Gallagher's High Flying Birds.
Aquilo que representou o fim da linha para a banda foi a atitude de Liam Gallagher ao vencer na categoria "Best Brit Album of The Last 30 Years" do BRIT Awards. Ele pegou o prêmio sozinho, fez um discurso, agradeceu a Paul Arthurs, Paul McGuigan e Alan White (mas não ao seu irmão), que faziam parte da formação gloriosa e original da banda, e jogou o microfone e o troféu para o público. A atitude repercutiu mau pra cacete. Liam se defendeu de modo até justo em um discurso no dia 15 de março de 2010. Nas palavras dele: "estou de saco cheio de falarem só de mim e Noel. Nos últimos dois meses todos têm falado demais sobre mim e ele, então pensei que seria justo mencionar os outros colegas que tocaram nos álbuns e os melhores fãs do mundo. (...) Achei que esse foi um gesto bacana dar o prêmio aos fãs. Obviamente isso foi mau-interpretado como de costume." Após o incidente, nada mais foi feito pela banda por sinal. Os dois únicos registros posteriores foram a compilação de singles "Time Flies... 1994-2009", lançada em junho de 2010, e uma compilação que junta demos de 1992 e 1993, lançada em 2013.
Aqui está a discografia de uma banda que quase tocou o paraíso. Voou alto, muito alto, mas teve uma história conturbada e que atrapalha a admiração de qualquer fã que tenha conhecimento dela. Mas todos nós conhecemos o Oasis, alguns gostam muito, outros gostam menos, mas de fato, essa é uma das maiores e mais bem sucedidas bandas de Alternative Rock da história. Eu prefiro os discos mais antigos, e ainda assim, não são exatamente minha preferência, como já mencionei. Mas seu legado segue vivo, principalmente através de fãs fiéis. É uma pena, uma pena de verdade que muitas bandas que alcançaram uma fama e um prestígio enorme tenham tido tantos problemas devido ao egocentrismo de seus integrantes. Além do Oasis, vide Dire Straits ou The Killers. Mas como o que importa é o som, podemos desfrutar do que realmente importa!


 Definitely Maybe (1994)

01 - Rock 'n' Roll Star
02 - Shakermaker
03 - Live Forever
04 - Up In The Sky
05 - Columbia
06 - Supersonic
07 - Bring It On Down
08 - Cigarettes & Alcohol
09 - Digsy's Dinner
10 - Slide Away
11 - Married With Children
12 - Sad Song


 (What's The Story) Morning Glory? (1995)

01 - Hello
02 - Roll With It
03 - Wonderwall
04 - Don't Look Back In Anger
05 - Hey Now!
06 - The Swamp Song, Excerpt 1
07 - Some Might Say
08 - Cast No Shadow
09 - She's Electric
10 - Morning Glory
11 - The Swamp Song, Excerpt 2
12 - Champagne Supernova


 Be Here Now (1997)

01 - D'You Know What I Mean?
02 - My Big Mouth
03 - Magic Pie
04 - Stand By Me
05 - I Hope, I Think, I Know
06 - The Girl In The Dirty Shirt
07 - Fade In-Out
08 - Don't Go Away
09 - Be Here Now
10 - All Around The World
11 - It's Gettin' Better (Man!!)
12 - All Around The World (Reprise)


 The Masterplan (Compilation) (1998)

01 - Acquiesce
02 - Underneath The Sky
03 - Talk Tonight
04 - Going Nowhere
05 - Fade Away
06 - The Swamp Song
07 - I Am The Walrus (Live)
08 - Listen Up
09 - Rockin' Chair
10 - Half The World Away
11 - (It's Good) To Be Free
12 - Stay Young
13 - Headshrinker
14 - The Masterplan


 Standing On The Shoulder of Giants (2000)

01 - Fuckin' In The Bushes
02 - Go Let It Out
03 - Who Feels Love
04 - Put Yer Money Where Yer Mouth Is
05 - Little James
06 - Gas Panic
07 - Where Did It All Go Wrong?
08 - Sunday Morning Call
09 - I Can See A Liar
10 - Roll It Over


 Familiar To Millions (Live) (2000)

CD 1:
01 - Fuckin' In The Bushes
02 - Go Let It Out
03 - Who Feels Love
04 - Supersonic
05 - Shakermaker
06 - Acquiesce
07 - Step Out
08 - Gas Panic!
09 - Roll With It
10 - Stand By Me

CD 2:
01 - Wonderwall
02 - Cigarettes & Alcohol
03 - Don't Look Back In Anger
04 - Live Forever
05 - Hey Hey, My My (Into The Black)
06 - Champagne Supernova
07 - Rock N' Roll Star
08 - Helter Skelter


 Heathen Chemistry (2002)

01 - The Hindu Times
02 - Force of Nature
03 - Hung In A Bad Place
04 - Stop Crying Your Heart Out
05 - Songbird
06 - Little By Little
07 - A Quick Peep
08 - (Probably) All In The Mind
09 - She Is Love
10 - Born On A Different Cloud
11 - Better Man
12 - You've Got A Heart of Star (Bonus Track)


 Don't Believe The Truth (2005)

01 - Turn Up The Sun
02 - Mucky Fingers
03 - Lyla
04 - Love Like A Bomb
05 - The Importance of Being Idle
06 - The Meaning of Soul
07 - Guess God Thinks I'm Abel
08 - Part of The Queue
09 - Keep The Dream Alive
10 - A Bell Will Ring
11 - Let There Be Love


 Stop The Clocks (Compilation) (2006)

CD 1:
01 - Rock 'N' Roll Star
02 - Some Might Say
03 - Talk Tonight
04 - Lyla
05 - The Importance of Being Idle
06 - Wonderwall
07 - Slide Away
08 - Cigarettes & Alcohol
09 - The Masterplan

CD 2:
01 - Live Forever
02 - Acquiesce
03 - Supersonic
04 - Half The World Away
05 - Go Let It Out
06 - Songbird
07 - Morning Glory
08 - Champagne Supernova
09 - Don't Look Back In Anger


 Dig Out Your Soul (2008)

01 - Bag It Up
02 - The Turning
03 - Waiting For The Rapture
04 - The Shock of The Lightning
05 - I'm Outta Time
06 - (Get Off Your) High Horse Lady
07 - Falling Down
08 - To Be Where There's Life
09 - Ain't Got Nothin
10 - The Nature of Reality
11 - Soldier On


 Time Flies... 1994-2009 (Compilation) (2010)

CD 1:
01 - Supersonic
02 - Roll With It
03 - Live Forever
04 - Wonderwall
05 - Stop Crying Your Heart Out
06 - Cigarettes & Alcohol
07 - Songbird
08 - Don't Look Back In Anger
09 - The Hindu Times
10 - Stand By Me
11 - Lord Don't Slow Me Down
12 - Shakermaker
13 - All Around The World

CD 2:
01 - Some Might Say
02 - The Importance of Being Idle
03 - D'You Know What I Mean?
04 - Lyla
05 - Let There Be Love
06 - Go Let It Out
07 - Who Feels Love
08 - Little By Little
09 - The Shock of The Lightning
10 - She Is Love
11 - Whatever
12 - I'm Outta Time
13 - Falling Down
14 - Don't Go Away (Japanese Bonus Track)

CD 3 (Live):
01 - Rock N' Roll Star
02 - Lyla
03 - The Shock of The Lightning
04 - Cigarettes & Alcohol
05 - Roll With It
06 - The Masterplan
07 - Songbird
08 - Slide Away
09 - Morning Glory
10 - Half The World Away
11 - I'm Outta Time
12 - Wonderwall
13 - Supersonic
14 - Live Forever
15 - Don't Look Back In Anger
16 - Champagne Supernova

Download

 1992/1993 Demo Tape (Compilation) (2013)

01 - Alive
02 - Fade Away
03 - Must Be The Music
04 - Setting Sun
05 - Lock All The Doors
06 - Strange Thing
07 - Rock 'n' Roll Star
08 - Columbia
09 - Bring It On Down
10 - Cloudburst
11 - Columbia

Download

Nenhum comentário:

Postar um comentário