Social Icons

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Holy Moses - Discografia

Na minha modesta opinião, há dois grandes fatores que contribuem para uma banda ser considerada importante: a qualidade do seu som e as inovações que tornam o trabalho que fazem único. O Holy Moses se enquadra no segundo grupo. Não por ter criado um estilo novo, mas pela forma com que expôs o seu som, sendo um dos pioneiros a ter uma vocalista à frente de uma banda de Metal que explorava vocalizações agressivas.
A banda teve seu início em 1980, na Alemanha, formada pelos colegas de escola: Ramon Brüssler (baixo), Peter Vonderstein (bateria) e Jochen Fünders (vocal e guitarra).
Ainda em 1980, lançam sua primeira demo, chamada Black Metal Masters.
No ano seguinte, Vonderstein e Fünders deixam o grupo, sendo substituídos por Iggy (vocal), Andy Classen (guitarra, ex-Desaster) e Paul Linzenich (bateria). No fim de 1981, Iggy deixou o Holy Moses. Para o seu lugar Andy indicou sua ex-companheira do Desaster, Sabina Hirtz, ou como seria conhecida mais tarde, Sabina Classen.
Com o line-up estabilizado, a banda lançou várias demos, com destaque para Walpurgis Night (1985) e The Bitch (1986).
O debut da banda veio ainda em 1986, com Queen Of Siam, que contou com a participação de Herbert Dreger nas baquetas.
O disco apresenta aquele característico Speed/Thrash Metal dos anos 80, com pitadas de Death Metal, oriundas das linhas vocais de Sabina. Sem dúvida, a banda chamou bastante a atenção dos ouvintes, pois, se era difícil ver homens trabalhando aqueles vocais, imagina uma mulher?
Apesar de não ter sido muito divulgado pela mídia, o álbum teve vendas significativas, graças a clássicos como a faixa-título, Roadcrew e Walpurgisnight.
Antes do lançamento do álbum, Dreger foi para o Agent Steel e Ramon Brüssler, único remanescente da formação inicial, também deixa o conjunto.
Para os seus lugares, vieram os jovens Uli Kusch e Andre Chapelier, respectivamente.
Em 1987, o Holy Moses começou a se tornar uma banda grande, com o lançamento do seu segundo álbum, Finished With The Dogs, que graças a uma produção mais caprichada, soou mais pesado, mas com uma sonoridade mais limpa.
Finished With The Dogs é um dos grandes representantes do Thrash Metal alemão da década de oitenta, embora não tenha o reconhecimento que mereceria. Além dos vocais de Sabina estarem ainda melhores, vide a faixa Current Of Death, um dos clássicos supremos da banda, a parte técnica também teve o seu nível elevado, muito graças ao talento de Uli Kusch, na época, com apenas vinte anos de idade.
A repercussão do trabalho, rendeu ao Holy Moses um contrato de distribuição com a Warner, além de turnês pela Europa, ao lado de bandas como Angel Dust, Rage, Steeler, Paganini, D.R.I e Holy Terror, encerrando com um show como headliner em Hamburgo.
Em 1988, Sabina se tornou apresentadora de um programa de Heavy Metal alemão chamado Mosh, o que fez com o que o Holy Moses tivesse uma pequena pausa.
A banda retorna em 1989, com The New Machine Of Liechtenstein, álbum que apresenta um Thrash Metal ainda mais técnico que nos lançamentos anteriores e que foi outro grande sucesso de vendas, resultando em turnês com Sacred Reich e Forbidden, além de uma apresentação no Dynamo Open Air Festival. Para tais apresentações, a banda recrutou um segundo guitarrista chamado Reiner Laws, que permanece até 1990, quando a banda volta a ser um quarteto.
O quarto álbum, World Chaos, de 1990, marca a saída de Uli Kursh, que vai para o Gamma Ray.
Apesar da faixa-título ser uma das melhores da carreira da banda, o álbum como um todo deixa a desejar, se comparado com os lançamentos anteriores. Os coros nos refrões não foram bem utilizados e tornaram a coisa sem graça.
Um detalhe interessante do disco é a faixa Guns 'n' Moses, uma paródia ao Guns 'n' Roses, sendo que trechos lembram bastante Paradise City.
Em World Chaos, encontra-se a faixa Too Drunk To Fuck, cover do Dead Kennedys, e que se tornou um grande sucesso nas apresentações ao vivo.
Para o lugar de Uli Kursh veio Atomic Steif, e a banda lançou mais um álbum em 1991, chamado Terminal Terror.
Em razão da decepção ocasionada por World Chaos, muito se esperava de Terminal Terror, com os pessimistas dizendo que seria impossível o álbum ser pior que seu antecessor, independente da sua qualidade.
Terminal Terror pode não ser o melhor álbum da discografia da banda, mas serviu para readquirissem a sua credibilidade, com um resultado bastante satisfatório, em especial pelas faixas Nothing For My Mum e The Pool Of Blood. No álbum a banda explorou uma sonoridade mais obscura e sombria.
A mesma formação se incumbiu também do álbum seguinte, Reborn Dogs, de 1992, disco mais próximo do Death Metal lançado pela banda, e que acabou não tendo uma boa repercussão.
Com o lançamento do álbum, Sabina deixou o Holy Moses, para formar o Temple Of The Absurd. Com isso, a banda se dissolveu e entrou em hiato.
Em 1994, Andy Classen reativa a banda, assumindo os vocais, além da guitarra. Completam a formação Dan Lilker no baixo e Meff na bateria. O único registro dessa formação é No Matter What's The Cause, de 1994, álbum que puxa mais para o Hardcore e para o Death Metal do que para o Thrash, decepcionando a grande maioria dos admiradores do Holy Moses, e culminou com o encerramento de suas atividades.
Durante a turnê de promoção do segundo álbum do Temple Of The Absurd, Sabina Classen começou a sofrer com problemas de saúde, que seguiram até 2000, quando a banda acabou.
Com isso, a vocalista voltou a trabalhar com Andy na composição de material para um novo álbum do Holy Moses.
A banda retorna em 2001, sem Andy, que passa a colaborar apenas no processo de composição. Ao Sabina, completavam a formação os guitarristas Franky Brotz e Joern Schubert, o baixista Jochen Fuenders e o baterista Julien Schmidt.
Para marcar o retorno, lançam o compacto Master Of Disaster (2001).
Em 2002, lançam o disco Disorder Of The Order. Pouco antes do lançamento, Michael Hankel entra para o conjunto, substituindo Joern Schubert. O álbum tenta fazer um retorno às origens, buscando o som dos tempos em que a banda era consagrada, acrescentando elementos mais modernos. O resultado foi satisfatório, em especial pelas excelentes We Are At War, Break The Evil e Princess Of Hell.
O ano de 2004 foi bastante produtivo para o Holy Moses, com participação no Wacken Open Air e o lançamento de mais um álbum de inéditas, Strength, Power, Will, Passion, que manteve o nível do álbum anterior tendo uma boa aceitação.
Estava claro que a banda seguia a trajetória iniciada nos anos oitenta, mas sem conseguir repetir a qualidade de seus álbuns clássicos.
Fuenders, Brotz e Schimith deixam a banda em 2005, sendo substituidos por Thomas Neitsch, Oliver Jaath e Atomic Steif, que retornava ao conjunto.
Em 2008, veio o melhor álbum desde o retorno do conjunto, o excelente Agony Of Death, disco extremamente bem produzido e que conseguiu destacar as principais qualidades da banda, com um Thrash rápido, intenso e com muita agressividade, graças ao talento de sua magistral vocalista.
Atomic Steif sai em 2011, dando lugar para Gerd Lücking. No ano seguinte, nova mudança ocorre, com saída de Michael Hankel, para a entrada de Peter Geltat.
Em 2012, a banda lançou a coletânea In The Power Of Now, marcando o aniversário de trinta anos de sua existência.
O conjunto segue em frente, sendo um dos dignos representantes do Thrash alemão, tendo um destaque especial de ter uma mulher em seus vocais.


 Walpurgisnight (Demo) - 1985

01 - Intro
02 - Walpurgisnight
03 - Bursting Rest
04 - Torches For Hire
05 - Queen Of Siam
06 - Death Bells
07 - Heavy Metal


The Bitch (Demo) - 1986

01 - Wisdom Of World
02 - Roadcrew
03 - Don't Mess Around With The Bitch
04 - Torches For Hire (Instrumental)
05 - Queen Of Siam (Partially Damaged
06 - Walpurgisnight
07 - Bursting Rest


 Queen Of Siam - 1986

01 - Necropolis
02 - Don't Mess Around With The Bitch
03 - Devil's Dancer
04 - Queen Of Siam
05 - Roadcrew
06 - Walpurgisnight
07 - Bursting Rest
08 - Dear Little Friend
09 - Torches Of Hire
 Road Crew - EP - 1987

01 - Road Crew (Motorhead Cover)
02 - Current Of Death
03 - Life's Destroyer


 Finished With The Dogs - 1987

01 - Finished With The Dogs
02 - Current Of Death
03 - Criminal Assault
04 - In The Slaughterhouse
05 - Fortress Of Desperation
06 - Six Fat Women
07 - Corroded Dreams
08 - Life's Destroyer
09 - Rest In Pain
10 - Military Service
11 - Road Crew (Motorhead Cover)
12 - Life's Destroyer (Live)
13 - Current Of Death (Live)
14 - In The Slaughterhouse (Live)
15 - Finished With The Dogs (Live)


 The New Machine Of Liechtenstein - 1989

01 - Near Dark
02 - Def Con II
03 - Panic
04 - Strange Deception
05 - Locky Popster
06 - SSP (Secret Police Project)
07 - State: Catatonic
08 - The Brood
09 - Lost In The Maze
10 - SSP (Live)
11 - Lost In The Maze (Live)


 World Chaos - 1990

01 - World Chaos
02 - Diabolic Plot
03 - Blood Sucker
04 - Education
05 - Guns 'n' Moses
06 - Too Drunk To Fuck (Dead Kennedys)
07 - Summer Kills
08 - Deutschland (Remember The Past)
09 - Permission To Fire
10 - Jungle Of Lies
11 - Dog Eat Dog
12 - (You Gotta) Fight For Your Right (To Party!)
13 - World Chaos (Live)
14 - Too Drunk To Fuck (Live)


 Terminal Terror - 1991

01 - Intro
02 - Nothing For My Mum
03 - Two Sides Terror
04 - Theotocy (Terminal Terror)
05 - Creation Of Violation
06 - The Pool Of Blood
07 - Distress And Death
08 - Adult Machine
09 - Malicious Race
10 - Tradition Of Fatality
11 - Def Con II (Live)
12 - Nothing For My Mum (Live)
13 - The Pool Of Blood (Live)


 Reborn Dogs - 1992

01 - Clash My Soul
02 - Decapitated Mind
03 - Welcome To The Real World
04 - Reborn Dogs
05 - Fuck You
06 - Third Birth
07 - Deadicate
08 - Five Year Plan
09 - Process Of Pain
10 - Reverse
11 - Dancing With The Dead
12 - Fuck You (Live)
13 - Master Of Disaster (Live)
14 - Lost In The Maze (Live)

 Too Drunk To Fuck (Compilation) - 1993

01 - Too Drunk To Fuck (Dead Kennedys Cover)
02 - Fight For Your Rights (Beastie Boys Cover)
03 - Nothing For My Mum
04 - Theotocy
05 - Distress And Death
06 - Clash My Soul
07 - Five Year Plan (Dirty Rotten Imbeciles Cover)
08 - Welcome To The Real World
09 - Finished With The Dogs (Rehearsal Room Version 1991)
10 - World Chaos (Rehearsal Room Version 1991)
11 - Waste Or Try (Rehearsal Room Version 1991)
12 - Black Metal (Venom Cover)
13 - Don't Mess Around With The Bitch (Live In Holland 1983)
14 - Walpurgisnight (Live In Belgium 1984)
15 - Dear Little Friend (Live In Holland 1984)
16 - Bursting Rest (Live In Belgium 1983)
17 - Torches For Hire (Live In Holland 1984)
18 - Call Of The Demon (Live In Holland 1982)
19 - Bloody Adventure (Live In Holland 1982)


 No Matter What's The Cause - 1994

01 - Upon Your Tongue
02 - A Word To Say
03 - Step Ahead
04 - Acceptance
05 - Just Because
06 - What's Up
07 - Senseless One
08 - Denial
09 - Hate Is Just A 4 Letter Word
10 - On You
11 - I Feel Sick
12 - No Solution
13 - Bomber
14 - Hate Is Just A 4 Letter Word (Live)
15 - Intro (Satan's Angel Demo 1981)
16 - I Am Not A Bitch (Satan's Angel Demo 1981)
17 - Never Give Up (Satan's Angel Demo 1981)
18 - Nights In The City (Satan's Angel Demo 1981)
19 - Satan's Angel (Satan's Angel Demo 1981)
20 - Necropolis (Live In Holland 1981)


 Master Of Disaster - EP - 2001

01 - Master Of Disaster
02 - Taste My Blood
03 - The Hand Of Death
04 - Feel The Pain
05 - Down On Your Knees

 Disorder Of The Order - 2002

01 - Intro
02 - We Are At War
03 - Disorder Of The Order
04 - Break The Evil
05 - Deeper
06 - Hell On Earth
07 - I Bleed
08 - Blood Bond
09 - 1000 Lies
10 - Princess Of Hell
11 - Verfolgungswahn
12 - Heaven Vs. Hell

 Strength, Power, Will, Passion - 2006

01 - Angel Cry
02 - End Of Time
03 - Symbol Of Spirit
04 - Examination
05 - I Will
06 - Space Clearing
07 - Sacred Crystals
08 - Lost Inside
09 - Death Bells II
10 - Rebirthing
11 - Seasons In The Twilight
12 - Say Goodbye
13 - Channelling
14 - Silence
15 - Im Wagen Vor Mir

 Agony Of Death - 2008

01 - Imagination
02 - Alienation
03 - World In Darkness
04 - Bloodbound Of The Damned
05 - Pseudohalluzination
06 - Angels In War
07 - Schizophrenia
08 - Dissociative Disorder
09 - The Cave (Paramnesia)
10 - Delusional Denial
11 - The Retreat
12 - Through Shattered Minds & Agony Of Death (Outro)


 In The Power Of Now: 30th Anniversary (Compilation) - 2012

CD 1:
01 - Clash My Soul
02 - Jungle Of Lies
03 - Finished With The Dogs
04 - Symbol Of Spirit
05 - World Chaos
06 - Ssp
07 - Borderland
08 - Lost In The Maze
09 - Walpurgisnight
10 - Welcome To The Real World
11 - Near Dark

CD 2:
01 - Reborn Dogs
02 - Def Con Ii
03 - I Feel Sick
04 - Nothing For My Mum
05 - Disorder Of The Order
06 - Corroded Dreams
07 - Entering The Now
08 - Creation Of Violation
09 - Panic
10 - Decapitated Minds
11 - Master Of Disaster

Download

 Redefined Mayhem - 2014

01 - Hellhound
02 - Undead Dogs
03 - Sacred Sorrows
04 - Triggered
05 - Into the Dark
06 - Process of Projection
07 - Delusion
08 - Fading Realities
09 - Liars
10 - Whet The Knife
11 - Redemption Of The Shattered
12 - One Step Ahead Of Death
13 - This Dirt




Nenhum comentário:

Postar um comentário