Social Icons

domingo, 10 de março de 2013

Versailles - Discografia

Todos sabemos que o Japão é um país muito mais consumidor do que produtor de Heavy Metal. Eles até tentam fazer algum som, mas raramente sai algo digno de atenção, verdade seja dita. Tem muitos vídeos toscos de japoneses pelo Youtube afora, muitos risíveis demais, de doer o estômago! Contudo, esse não é o caso do Versailles, uma das poucas bandas que se destacam no underground daquele país.
Eu não sou dos maiores fãs das coisas vindas do Japão. Seja música, anime, até cultura, não sou muito fã. Inclusive acho os comerciais de TV de lá super irritantes e infantis, hahaha... mas não dá pra generalizar tudo, porque sempre existe algo que valha a pena. O Versailles me pegou até desprevenido. Eu esperava sim uma banda boa quando fui ouvir pela primeira vez, mas nem tanto assim.
Eles são realmente uma banda expoente por lá. A sonoridade é completamente foda, desenvolvida, madura, fantástica. Instrumental digno de qualquer banda europeia de qualidade. A única critica geral que tenho a fazer a qualquer banda japonesa, mesmo que boa, é o sotaque, pois ele atrapalha muito a pronúncia correta do inglês. Você pode ouvir um disco inteiro e pensar que estão cantando em japonês, e acaba descobrindo que era inglês, e fica boquiaberto. Mas não dá pra matar todos os coelhos por causa de um. Versailles é muito foda!
Seu gênero é o Symphonic/Neoclassical Power Metal, utilizando de forma fantástica e precisa todo tipo de instrumento que dê classe às canções, como teclados, violinos e os demais instrumentos clássicos, somados a fortes e bombásticas distorções. Todos os músicos são extremamente competentes, com destaque para os guitarristas Teru e Hizaki, que possuem uma técnica afiada, produzindo solos rápidos e poderosos.
O conjunto é relativamente novo, mas já tiveram o seu fim. O negócio é que em vista do pouco tempo de estrada, lançaram bastante discos. A banda é originária de Tóquio, formada no ano de 2007 por iniciativa do vocalista Kamijo e do guitarrista Hizaki. O nome escolhido foi "Versailles" pois é o nome da cidade em que o rei residia durante os séculos XVII e XVIII na França. Após a entrada do guitarrista Teru, do baixista Jasmine You e do baterista Yuki, as atividades de fato se iniciaram. Não se enganem: apesar da aparência extremamente feminina dos integrantes, são todos homens, inclusive os membros que viriam a ingressar mais tarde. Agora, se eles queimam a rosca, aí eu não sei dizer. Hahaha... Após começar a se abrir pelo mundo, o grupo chegou a dar entrevistas pra fora e fazer shows pelo Japão, que começaram a engrenar graças ao seu cartão de visitas: a single "The Revenant Choir", lançada naquele mesmo ano de formação.
Um contrato com o selo alemão CLJ Records foi assinado, possibilitando então o lançamento do EP "Lyrical Sympathy", que ajudou ainda mais na divulgação dos caras, chegando a fazer shows na Europa e Estados Unidos. A inevitável consequência dessa ascensão iminente é o lançamento do foderoso primeiro álbum, intitulado "Noble", de 2008. Depois disso, uma breve enrolação aconteceu pois a gravadora japonesa da banda foi notificada pela outra gravadora dos Estados Unidos de que já havia um músico por lá conhecido sob o nome de Versailles. A banda então recorreu aos fãs, buscando alguma ideia do que fazer com o nome, e chegaram ao acordo de que para que prosseguissem com o plano de fazer uma turnê por lá, seu nome seria Versailles -Phillarmonic Quintet-, mas nos demais países, continuaria sendo simplesmente Versailles. Isso evitou qualquer possível briga judicial, e a vida seguiu.
Em 2009 houve uma troca de baixistas devido a um incidente trágico: Jasmine You passava por graves problemas de saúde, o que fez com que a gravação das linhas finais de baixo do próximo disco fossem adiadas. Infelizmente, em 9 de agosto de 2009, chegou a informação de que ele veio a falecer. Com dificuldades pelo baque iminente, a banda seguiu em frente, com Yo, da banda Mantenrou Opera como baixista de sessão. Em janeiro de 2010, o Versailles até fez um festival especial em homenagem ao falecido baixista, chamado Jasmine You -Memorial Ceremony- at Shibuya O-East, onde eles próprios, Kaya e Mantenrou Opera realizaram apresentações. Duas semanas depois, o sensacional disco "Jubilee" foi lançado. Eu considero esse o disco mais forte da banda, indicadíssimo caso você queira conhecê-los. A turnê mundial Methods of Inheritance então iniciou-se, agora com Masashi (Cosmo) no baixo como membro de apoio. Essa turnê teve inclusive passagem pela América do Sul, excursionando pelo Brasil, Chile, Argentina e Peru. Após o fim da turnê, Masashi foi anunciado como baixista oficial. No segundo semestre daquele mesmo ano, dois registros ao vivo chegaram às prateleiras: "Lyrical Sympathy (Live)" e "Noble (Live)", gravados em seu "Chateau de Versailles" no C.C. Lemon Hall, em Shibuya, no Japão.
O ano de 2011 foi marcado pelo lançamento do terceiro álbum de estúdio com a alta qualidade de sempre, chamado "Holy Grail". Mais uma turnê mundial então teve sequência, novamente passando pelo Brasil.
Infelizmente, em julho de 2012 o Versailles anunciou em seu website oficial que, sendo o aniversário de 5 anos da banda e sem uma ideia clara sobre seu futuro, os integrantes decidiram que o encerramento das atividades da banda no fim de 2012 seria a melhor opção, a fim, inclusive, de que todos sigam seus objetivos pessoais. Até lá, o conjunto seguiu normalmente, se apresentando e inclusive lançando o excelente álbum homônimo em setembro. No dia 20 de dezembro, o Versailles fez sua apresentação final no NHK Hall em Tóquio, e tudo se desfez, para a infelicidade do próprio mundo da música. Relembrando o que foi feito pela banda em seus breves 5 anos de trajetória, a compilação "Anthologie" foi lançada em janeiro de 2013, além de um DVD intitulado "Live Best" em março daquele ano.
Aqui está uma banda que é extremamente interessante. Os elogios que fiz no topo dessa postagem não são à toa, e acredito que eu tenha sido bem preciso na sua sonoridade. O Versailles tem a capacidade de cativar mesmo aqueles que não têm muita afinidade com as coisas japonesas, como eu. Imagina isso pra quem gosta bastante, ou quem é otaku. Com certeza o fato dos caras terem usado uma vestimenta "animelesca" (sim, derivado de anime, acabei de inventar hahaha) atrai bastante a atenção dos amantes da cultura japonesa.


 The Revenant Choir (Single) (2007)

01 - The Revenant Choir
02 - The Revenant Choir (Vocal Lesson)
03 - The Revenant Choir (Bass Lesson)
04 - The Revenant Choir (Drum Lesson)
05 - The Revenant Choir (Guitar Lesson)


 Lyrical Sympathy (EP) (2007)

01 - Intro
02 - The Love From A Dead Orchestra
03 - Shout & Bites
04 - Beast of Desire
05 - Forbidden Gate
06 - The Red Carpet Day
07 - Sympathia


 Noble (2008)

01 - Prelude
02 - Aristocrat's Symphony
03 - Antique In The Future
04 - Second Fear (Another Descendant)
05 - Zombie
06 - After Cloudia
07 - Windress
08 - The Revenant Choir
09 - To The Chaos Inside
10 - Suzerain
11 - History of The Other Side
12 - Episode


 Art of ''Propaganda'' (Split) (2008)

01 - Versailles: Prince
02 - Chariots: Shred


 Jubilee (2010)

01 - God Palace (Method of Inheritance)
02 - Ascendead Master
03 - Rosen Schwert
04 - 愛と哀しみのノクターン
05 - Amorphous
06 - Reminiscence
07 - Catharsis
08 - The Umbrella of Glass
09 - 月下香
10 - Princess (Revival of Church)
11 - Serenade
12 - Sound In Gate

Download

 Lyrical Sympathy -Live- (Live) (2010)

01 - Intro
02 - Love From A Dead Orchestra
03 - Shout & Bites
04 - Beast of Desire
05 - Forbidden Gate
06 - The Red Carpet Day
07 - Sympathia
08 - Sforzando (Original Version) (Bonus Track)


 Noble -Live- (Live) (2010)

01 - Prelude
02 - Aristocrat's Symphony
03 - Antique In The Future
04 - Second Fear (Another Descendant)
05 - Zombie
06 - After Cloudia
07 - Windress
08 - The Revenant Choir
09 - Suzerain
10 - History of The Other Side
11 - Prince

Download

 Holy Grail (2011)

01 - Masquerade
02 - Philia
03 - Thanatos
04 - Flowery
05 - Remember Forever
06 - Destiny (The Lovers)
07 - Dry Ice Scream!! (Remove Silence)
08 - Threshold
09 - Judicial Noir
10 - Love Will Be Born Again
11 - Vampire
12 - Faith & Decision
13 - The Theme of Holy Grail


 Holy Grail Score Book (Compilation) (2012)

01 - Masquerade (Instrumental)
02 - Masquerade (Without Guitars)
03 - Masquerade (Without Bass)
04 - Masquerade (With Metronome)


 Versailles (2012)

01 - Prelude
02 - Rose
03 - Rhapsody of The Darkness
04 - Edge of The World
05 - Illusion
06 - 妖 (Ayakashi)
07 - Created Beauty
08 - Holy Grail (Amoroso)
09 - Brave
10 - Truth
11 - Sympathia

 Best Album 2009-2012 Anthologie (Compilation) (2013)

01 - Ascendead Master
02 - 愛と哀しみのノクターン
03 - Serenade
04 - Destiny (The Lovers)
05 - Glowing Butterfly
06 - Philia
07 - Masquerade
08 - Vampire
09 - Love Will Be Born Again (Japanese Version)
10 - Illusion
11 - Rhapsody of The Darkness
12 - Truth
13 - Rose
14 - Symphony of The Revenant Choir


Um comentário:

  1. Nem todos os integrantes são homens... Aquela de vestido é a hizaki, é mulher

    ResponderExcluir