Social Icons

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Drive, She Said - Discografia

Esses caras são feras demais! O Drive, She Said é aquele tipo de banda que quem é (ou está) apaixonado e/ou é fã de música Pop Rock oitentista se identifica bastante. No meu caso é a segunda opção. Gosto demais do Pop, Synthpop, New Wave e estilos semelhantes daquela década, e também dos 90s. Em relação a estar apaixonado, não sou de relacionar a músicas. Particularmente, acho isso super positivo, hahaha! Talvez por isso eu não tenha bipolaridade com bandas e músicas. Ou gosto, ou não gosto. Nunca sou ex-fã de algo.
Poucos já ouviram falar nessa banda, mas bem poucos mesmo. Nem meus pais, que são bem ligados nessa área, nunca ouviram falar. É até injusto, porque os caras têm muita, mas muita qualidade. Seu gênero é o AOR/Melodic Rock. Por ser uma banda de AOR, dá pra saber bastante o que esperar. Algo como Bryan Adams, por exemplo, outro artista que sou fã. Suas canções são governadas por teclados melosos, solos lentos e cheios de feeling, esporadicamente com velocidade, os vocais são suaves e lotados de técnica, com domínio e noção do que está sendo feito, e os refrões são sempre acompanhados por coros, sendo quase um padrão. Outros grupos similares são JourneyDuran DuranGenesis, por aí vai. O Europe em sua fase Pop Rock também é uma referência bem fiel, como em seus álbuns "The Final Countdown" (1986) e "Out of This World" (1988)
Drive, She Said foi fundado em 1988 em Nova Iorque, nos Estados Unidos, por iniciativa de Al Fritsch (vocal, guitarra e teclados) e Mark Mangold (backing vocal, bateria e teclados adicionais). Até hoje, a banda conta apenas com esses dois integrantes, que tomam conta de tudo.
O primeiro disco lançado foi homônimo, de 1989. Se a banda fosse famosa, pelo menos 7 das 10 faixas desse álbum seriam hits, porque ele é foda da primeira música à última. É o que mais gosto também, até por ser o mais melódico, pois, talvez por intuição própria, dada a época em que foi lançado (fim dos anos 80), é o que mais carrega a herança daquele tempo.
Já "Drivin' Wheel", de 1991, tem uma pegada bem mais forte, flertando de modo íntimo com o Hard Rock. O vocal de Al Fritsch é um pouco menos melódico e alcança altas notas rasgadas, demonstrando sua performance mais roqueira e mais forte. A faixa-título é um belo exemplo disso.
Logo em 1992, "Excelerator" já é lançado, dessa vez voltando a ter uma atitude mais melódica, mas não tanto quanto no debut, de 1989. Sua sonoridade é um pouquinho mais "limpa", mais livre da atmosfera oitentista, talvez pela mudança dos tempos mesmo e das tendências musicais, apesar da banda não ter se desviado de sua proposta. Depois de três álbuns simplesmente sensacionais, só faltava mesmo uma compilação. Ela só veio a sair em 1997, intitulada "Road To Paradise", que conta também com faixas não lançadas até então.
Em 2003, o álbum mais recente deles até agora foi lançado, o ótimo "Real Life", que é lindo!, mas tenho preferência pelos três primeiros. Contudo, o brilho não pode ser ofuscado, pois é um disco belíssimo e bem melódico, governado por faixas baladas. Mais um longo período se passa sem nenhum lançamento novo, e o lançamento mais recente é a compilação "Dreams Will Come", que segue a mesma proposta da primeira compilação: reunir os maiores sucessos até então, e incluir faixas não lançadas.
Então aí está uma discografia que é pra ser ouvida atentamente, e sem medo! Os caras são demais e merecem ao mínimo um pouquinho mais de reconhecimento, pois talento eles têm de sobra e suas faixas são maravilhosas. Todas elas!


 Drive, She Said (1989)

01 - If This Is Love
02 - Hard Way Home
03 - Don't You Know
04 - But For You
05 - Love Has No Pride
06 - Maybe It's Love
07 - Hold On (Hands Around Your Heart)
08 - If I Told You
09 - I Close My Eyes
10 - As She Touches Me (Why Can't I Believe?)


 Drivin' Wheel (1991)

01 - Think of Love
02 - Drivin' Wheel
03 - Hard To Hold
04 - When You Love Someone
05 - Can't Get Enough
06 - Veil of Tears
07 - It's Gonna Take A Miracle
08 - It Just Keeps Comin'
09 - Just For The Moment
10 - Do You Believe?


 Excelerator (1993)

01 - All I'm Livin' For
02 - In My Hands (The Healer)
03 - Wherever You Go
04 - Inside You
05 - Something At Last
06 - Let It Ride
07 - Won't Keep Beggin' (Come Away)
08 - Drop The Hammer
09 - Someone To Run To
10 - Song and A Prayer
11 - When Hope Is Burnin'
12 - Excelerator
13 - Forty-Second Street
14 - Newcastle-On-Tyne


 Road To Paradise (Compilation) (1997)

01 - Look At What You Got
02 - Falling Again
03 - Suddenly Coser
04 - If This Is Love
05 - Don't You Know
06 - It's Gonna Take A Miracle
07 - Think of Love
08 - Maybe It's Love
09 - Wherever You Go
10 - Love Has No Pride
11 - Drivin' Wheel
12 - Just For The Moment
13 - Inside You
14 - Hard To Hold
15 - Won't Keep Beggin' (Come Away)
16 - Water From A Stone
17 - Road To Paradise
18 - All I'm Living For


 Real Life (2003)

01 - Real Life
02 - Stronger
03 - We Live For Love
04 - What's It Gonna Take?
05 - Silver White
06 - Overdrive
07 - Find Your Place
08 - All Your Heart
09 - Hold Me
10 - When Will It Be Love?
11 - How Can I Be Sure?
12 - Always and Forever
13 - Believe


 Dreams Will Come (Compilation) (2010)

01 - Fools Game
02 - I Found Some One
03 - Dreams Will Come
04 - Try 2 Let Go (FukUUp)
05 - Don't You Know?
06 - Drivin' Wheel
07 - Maybe It's Love
08 - Hard Way Home
09 - If This Is Love
10 - Think of Love
11 - Hard To Hold
12 - Look At What You Got
13 - Hold On (Hands Around Your Heart)
14 - Stronger
15 - Real Life
16 - Love Has No Pride
17 - Always and Forever (Godz)


Nenhum comentário:

Postar um comentário