Social Icons

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Panzer - Discografia

Realmente não sei se chamo o Panzer de banda emergente ou reemergente, haha! A dúvida se deve ao fato de que a banda já tem um longo tempo de estrada no que diz respeito a tempo de existência, mas passaram por um extenso período de inatividade, até que finalmente foram ressuscitados.
Essa postagem é mais uma daquelas especiais tanto para o site quanto para a própria banda, uma vez que está aqui por solicitação de um dos integrantes, o baixista e parceiraço Rafael Dm, que já tem sua marca aqui no Warriors Of The Metal a partir de uma outra banda em que faz parte, o Devon, mais uma banda brasileira, emergente, Power Metal, recomendadíssima!
Panzer já está nos ares desde bem cedo no Brasil. Paulistanos com mais idade têm bastante chances de já terem, no mínimo, ouvido falar nos caras, pois fizeram muito barulho no underground brasileiro com seu forte Thrash Metal nos anos 90, especialmente em São Paulo, cidade de origem do grupo.
Suas atividades se iniciaram em 1991, e rapidamente o conjunto começou a realizar shows e ganhar prestígio, uma vez que contava com músicos que já tocavam na cena no final dos anos 80. Um de seus primeiros trabalhos lançados foi a demo autointitulada de 1994, contendo três músicas e contando com Paulo Graceffi nos vocais e baixo, André Pars na guitarra e Edson Graceffi nas baquetas. Entretanto, o que bombou o Panzer de verdade no underground foi sua inclusão na coletânea "Electrical Tribes Vol. II", uma compilação lançada em 1996 contendo canções de bandas emergentes e promissoras na cena paulistana. Isso desencadeou uma série de shows pelos bares e festivais da capital, elevando o nome do grupo e possibilitando que pensassem em lançar seu debut.
Em 1997, uma mudança significativa aconteceu no line-up do Panzer, com a saída de Paulo Graceffi, irmão de Edson, alegando procurar outros rumos musicais. Para ocupar sua vaga, dois novos membros ingressam: Élcio Cruz no microfone e Jan Luiz Leonardi no baixo. Com a banda reestruturada, tudo seguiu como planejado, um contrato com o selo Destroyer foi assinado, e finalmente o debut "Inside" foi lançado em junho de 1999.
Os elogios da mídia crítica especializada tanto nacional quanto do exterior alavancaram o Panzer como uma das principais bandas do Thrash Metal nacional da década de 90, possibilitando uma avalanche de shows e entrevistas em rádios FM de São Paulo. Inclusive, o show de lançamento no extinto e tradicional Black Jack Bar foi lotado até o talo! É claro que isso tudo é bem justificado por uma musicalidade crua e raivosa, com belas alternações nos vocais entre uma voz á lá Chuck Billy (Testament) e guturais fechados e rasgados jogados ao mesmo tempo em determinados trechos das canções, além da própria alternação singular entre ambos os guturais, com o rasgado dando aquele belo e dramático desespero. Destaque legal na alternância do peso para a faixa "Despair I", dando um break insano no peso das faixas anteriores com uma postura lenta, calma e melódica, de curta duração.
Na virada do milênio, os caras começam a pensar na composição e produção de seu segundo álbum de estúdio, que veio a ser lançado em 10 de agosto de 2001, mas não contando com o baixista Jan Luiz Leonardi, que havia deixado o grupo. As linhas do instrumento ficaram por conta de Luiz Scapanni e o guitarrista André Pars, que gravou três canções: "Affliction", "Your Blood" e "Fake Game of Heroes". Como se não bastasse seu antecessor ser uma grata surpresa para o underground nacional, "The Strongest" foi mais além, levando o nome Panzer ao destaque em todas as mídias nacionais, inclusive recebendo da Roadie Crew o apelido de "Máquina Thrash". Uma mini-turnê também foi executada no Nordeste, sem mencionar as dezenas de shows por São Paulo e interior. Não só aqui, mas lá fora, novamente, o Panzer recebeu críticas positivas, pela distribuição na América Latina pela Century Media e no Japão pelo selo Arco-Íris Records.
E mais uma vez, toda a boa maré é justificada por um forte álbum, audivelmente mais técnico e mais maduro que "Inside". Nota-se que o leque de riffs está mais extenso, e a diversidade das baquetas, em especial com os pedais duplos, está mais desenvolvida e convidativa. Não sei se é com todos, mas tem determinadas passagens do vocal de Élcio nesse álbum que me lembram bastante o Zakk Wylde (Black Label Society), haha! Puta álbum, matador, principalmente pra quem gosta de um bom Thrash Metal com aquele clima dos anos 80/90. O álbum foi muito tocado nas rádios de Rock da época, como 89 FM e Rádio Brasil 2000, importantes rádios FM de Sampa.
No fim de 2002 o vídeo-clipe da faixa "Fake Game of Heroes" foi lançado, produzido por Cláudio Tiberius. O clipe ficou muito maneiro, complementando de uma forma muito legal a atmosfera da música. O fim de tudo veio logo em seguida, pois, por problemas internos, o Panzer se desfez, encerrando suas atividades.
Durante todo o tempo de inatividade, ainda foi lançado em 2007 uma compilação intitulada "Thrashed Machine Collection", talvez como uma forma de relembrar quem o Panzer foi, mas fora isso tudo permaneceu no mais absoluto vácuo da inatividade.
De forma espantosa, prazerosa e repentina, a banda foi ressuscitada em uma década depois, em 2012, com ótimas canções em mãos. A formação também é 50% nova: ainda contando com André Pars na guitarra e Edson Graceffi nas baterias, mas com dois novos membros, que são o vocalista Rafael Moreira e o nosso amigo e baixista Rafael Dm. A reascensão foi acompanhada da single "Rising", lançada em 27 de agosto de 2012, cuja faixa recebeu um fodástico videoclipe produzido pela Metal Works. Além disso, mais tarde, no dia 21 de dezembro, o matador EP "Brazilian Threat" viu a luz da ignição do lançamento. Ele contém três faixas, sendo que uma é a regravação da antiga "Red Days", originalmente incluída no álbum "The Strongest". Ambos os trabalhos apresentam um Panzer super disposto a fazer música de alta qualidade e pesada. Os vocais limpos e rápidos são deixados de lado, adotando uma postura fechada e realmente agressiva com guturais, muitas vezes com a sonoridade geral beirando o Death Metal. Com certeza, trabalhos de alto nível, que deixam uma certa ansiedade pelo que está por vir com o álbum completo, que talvez saia em 2013.
Enquanto isso, já em 2013, as compilações "Panzer Fest" e "Panzer Fest 2" foram lançadas, consistindo de músicas de cada banda que fez parte da edição do Panzer Fest daquele ano, festival organizado pela própria banda. Também em 2013, saiu a quebra de silêncio absoluta da banda após anos e anos sem lançar nenhum álbum novo. Enfim veio o sensacional "Honor", demonstrando um novo Panzer não apenas com novos integrantes, mas também uma sonoridade mais forte, resultado do acoplamento do Death Metal ao Thrash, gerando a que pra mim é a melhor combinação com Thrash! Elementos de Groove também podem ser notados! Está lindo de se ouvir: Os riffs de guitarra de André Pars são impositivos e graves, e seus pesos são muito bem apimentados pelo contra-baixo de Rafael Dm; O vocal de Rafael Moreira é rasgado e furioso, recebendo raivosos contrastes do backing vocal executados por Rafael Dm; E, claro, do jeito que muito me agrada, a bateria de Edson Graceffi é alta, participativa e variada, nos permitindo ouvir com clareza os frenéticos, maleáveis e arregaçantes bumbos, algo que considero charmoso.
Destruidor e linear do início ao fim, o disco se mostra capaz de conquistar novos fãs, agradar aos mais antigos, e, principalmente, em um ano com tantos lançamentos de peso, receber destaque, pois isso aqui está do caralho mesmo, com direito a tributo ao Black Sabbath através da execução do finzinho de "War Pigs" nos segundos finais do disco e tudo mais!
Vale a pena pra caralho também adquirir os produtos do Panzer! O álbum tá tão foda que, naturalmente, a galera quer comprar. Para facilitar para vocês, digo como:
Basta entrar em contato com o vocalista Rafael Moreira a partir de seu Facebook pessoal, ou através do perfil Panzer Thrash ou da página Panzer. Eles vendem camisas e acessórios!
A camisa do novo álbum "Honor" está custando R$ 25,00, enquanto as antigas saem por R$ 20,00. Os CDs estão na casa dos R$ 20,00 + frete.
Infelizmente, os álbuns mais antigos não estão à venda em mídia física, pois os caras decidiram não comercializar "Inside" e "The Strongest". Se rolar dos caras acabarem tocando em algum lugar próximo de você, seja um headbanger de verdade: VÁ VÊ-LOS!
Agradeço aos membros do Panzer, em especial ao barbudo escroto do Rafael Dm (hahaha), pela honra de fazer uma postagem como essa aqui no site, pela honra de mais uma vez nos fazer dar apoio à cena nacional! E claro, como de costume, deixo aqui informações mais diretas, como links, e-mails e telefones para contato, caso você visitante conheça ou seja algum organizador de eventos e queira fazer um esforço para que o Panzer toque em algum lugar próximo de você:

|   Site Oficial   |   MySpace   |   Facebook Page   |
|   Canal Youtube   |   Metalmedia   |

SHOWS & IMPRENSA:

E-mail: info@panzermetal.com.br

Telefones:
(11) 9624-10360 (Rafael Dm)


 Inside (1999)

01 - Limitations
02 - Rejected
03 - N.S.A.
04 - Breaking
05 - Despair I
06 - Detroit Rock City (Kiss Cover)
07 - Clowns of Dust
08 - Enough!
09 - Pressure
10 - Ethinic Guetto
11 - Despair II
12 - Night Crawler (Judas Priest Cover)

Download

 The Strongest (2001)

01 - Fake Game of Heroes
02 - Red Days
03 - Affliction
04 - Show Me
05 - Box
06 - Speedy
07 - My Night
08 - Your Blood
09 - The Strongest
10 - Fear of God
11 - House of Decadence
12 - The Strongest (Reprise)

Download

 Thrashed Machine Collection (Compilation) (2007)

01 - House of Decadence
02 - Your Blood
03 - Fear of God
04 - N.S.A.
05 - Red Days
06 - Pressure
07 - Fake Games of Heroes
08 - Despair I & II
09 - Limitations
10 - The Strongest (Reprise)
11 - Rejected
12 - Enough!
13 - Box (Edit Version)
14 - Ethnic Ghetto
15 - Show Me!
16 - Clowns of Dust
17 - My Night
18 - Stranger Who Lives In Me (Stdemo)
19 - The Face
20 - Affliction (Pre Prod)
21 - Affliction

Download

 Rising (Single) (2012)

01 - Rising

Download

 Brazilian Threat (EP) (2012)

01 - Burden of Proof
02 - Red Days
03 - Hastening To Death

Download

 Panzer Fest (Compilation) (2013)

01 - Command6: Crush The World
02 - Command6: Dawn of A Man
03 - Forka: Black Ocean
04 - Forka: Empire Surrender
05 - Nervochaos: To The Death
06 - Nervochaos: Pazuzu Is Here
07 - Panzer: Rising
08 - Panzer: Burden of Proof
09 - Woslom: Evolustruction
10 - Woslom: Time To Rise

Download

 Honor (2013)

01 - The Morning After
02 - The Last Man On Earth
03 - Heretic
04 - Intruders
05 - Rising
06 - Savior
07 - I Wanna Make You Pay
08 - Burden of Proof
09 - Victim of Choices
10 - Hastening To Death
11 - Mind's Slavery
12 - Alma Escancarada

Download

 Panzer Fest 2 (Compilation) (2013)

01 - Panzer: Heretic
02 - Vulcano: Church At A Crossroad
03 - Executer: Inspiration For Crime
04 - Kamboja: Se Deus Pudesse Me Ouvir
05 - Fire Strike: Streets of Fire

Download (4shared)
Download (Ulozto)

 Louder Day After Day: Live Panzer Experience (Live) (2015)

01 - Speedy
02 - Affliction
03 - Red Days
04 - The Morning After
05 - The Last Man On Earth
06 - Heretic
07 - Intruders
08 - Savior (feat. Silvano Aguilera, from Woslom)
09 - I Wanna Make You Pay
10 - Burden of Proof
11 - Victim of Choices
12 - Rejected
13 - N.S.A.
14 - Rising
15 - Burden of Proof (from 'Brazilian Threat')
16 - Red Days (from 'Brazilian Threat')
17 - Hastening To Death (from 'Brazilian Threat')

Download (Ulozto)
Download (Zippyshare)

Nenhum comentário:

Postar um comentário