Social Icons

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Dark Tranquillity - Discografia

Essa banda faz uma delícia de som, e com certeza muitos sabem disso, porque o Dark Tranquillity não é nenhum grupo desconhecido. Quem ainda não conhece, pode estar perdendo um possível vício. Sua sonoridade dá uma passeada por diversas influências ao longo de seus álbuns, como Black Metal, Gothic/Doom Metal e até Symphonic Metal, mas sempre se situando como base no Melodic Death Metal. Os caras são suecos, então pode crer que os caras são bons mesmo no que fazem, uma vez que são uma das bandas pioneiras do gênero. Além da extensa carreira, os caras têm números interessantes quanto ao fato de que são a banda que está a mais tempo na ativa na cena de Gotemburgo.
Dark Tranquillity teve seu início no ano de 1989 sob o nome "Septic Boiler" em BilldalGotemburgoSuécia, por iniciativa do guitarrista (que se tornou vocalista após o primeiro álbum) Mikael Stanne e do guitarrista Niklas Sundin. Pouco tempo depois, o vocalista Anders Fridén, o baixista Martin Henriksson e o baterista Anders Jivarp completaram a formação.
O primeiro trabalho do conjunto foi a demo "Enfeebled Earth", o único disco sob o antigo nome. Logo em seguida, alteraram seu nome para Dark Tranquillity, como são conhecidos hoje, e mudaram seu gênero musical. Os anos seguintes foram marcados pelo lançamento da demo "Trail of Life Decayed" em 1991, do EP "A Moonclad Reflection" em 1992 e da compilação "Tranquillity" em 1993. Um contrato com a poderosa Spinefarm Records foi conquistado, e os trabalhos para o lançamento do primeiro disco iniciaram.
No segundo semestre de 1993, o debut "Skydancer" é lançado. Esse é um exemplo de um belo álbum de Black Metal melódico, com vocais típicos, riffs típicos, solos por vezes lentos, participação de vocais femininos, além do uso de violões. Após o lançamento, o vocalista Anders Fridén deixa a banda para se dedicar ao In Flames, fazendo com que o guitarrista Mikael Stanne fosse movido para a função de vocalista e deixasse de vez aquela banda. Fredrik Johansson foi então recrutado para a posição de guitarrista, completando a formação novamente.
Dois anos depois, em 1995, dois novos trabalhos são lançados: primeiro o EP "Of Chaos and Eternal Night", seguido do segundo álbum de estúdio, intitulado "The Gallery". Esse álbum possui uma certa mudança na sua sonoridade, saindo do Black e partindo pro Melodic Death Metal, apesar de uma leve influência do estilo anterior ainda poder ser notada. Na época, foi considerado uma obra de arte. De fato, ele é foda, mas a banda viria a lançar trabalhos muito mais fodas, na minha opinião.
Em 1996 sai mais um EP, o "Enter Suicidal Angels", seguido, em 1997, pelo álbum "The Mind's I", que manteve o mesmo direcionamento de seu antecessor, literalmente.
A revolução na sonoridade só vem a acontecer de fato em 1999 com o lançamento do fantástico "Projector". O Melodic Death Metal continua como base, mas ao longo de todas as faixas, belas e constantes puxadas de Gothic e Doom Metal são observadas, com um belo uso de sintetizadores para propiciar uma gélida atmosfera, além de vocais barítonos e piano. Um álbum com um ar muito mais clássico. Não é difícil vir o Draconian à cabeça, por exemplo. Mais tarde, o disco foi indicado para um Grammy Award Sueco. Após o lançamento, o guitarrista Fredrik Johansson foi demitido do Dark Tranquillity por falta de empenho e interesse, até por ter sido pai e ter conseguido um emprego integral.
Para o próximo trabalho, a formação sofreu mudanças: com a saída de Johansson, o baixista Martin Henriksson moveu-se para a posição de segundo guitarrista, cedendo espaço para Michael Niklasson. O line-up também ganhou Martin Brändström como tecladista. Tudo ficou pronto, e a banda retomou aos trabalhos. O resultado foi o lançamento do magnífico "Haven" em 2000. Mais um grande álbum, claro! Ele é lindo! Sua sonoridade é mais "elétrica", mais "mecânica". Os sintetizadores obviamente têm parte fundamental na sonoridade novamente, tornando a sonoridade bastante sinfônica. As linhas vocais ganham algumas passagens mais modernas, como naqueles momentos em que a barulhada cessa, restando apenas os teclados e uma guitarra sem distorção tocando com as primeiras cordas por baixo, e um vocal distorcido eletronicamente. Em suma, é foda demais! No ano seguinte, durante a turnê, o baterista Robin Engström é contratado apenas como membro ao vivo, pois Anders Jivarp se tornou pai.
Seguindo caminhos similares, o fodástico "Damage Done" veio em 2002, mas dessa vez adotando guitarras um pouco mais pesadas, em adição a uma atmosfera ainda acompanhada de teclados. O trabalho foi seguido pelo lançamento da compilação "Exposures: In Retrospect and Denial" em 2004, cujo CD 1 contém alguns materiais raros e não-lançados, e o CD 2 é o áudio do DVD "Live Damage", que por sua vez foi seguido em 2005 pelo sétimo álbum de estúdio dos caras, intitulado "Character", e que segue no fio da navalha a musicalidade do álbum anterior.
Em 2007, "Fiction" é lançado com glória e muitas pitadas de flashback. Sua sonoridade é uma retrospectiva de tudo que foi feito pela banda até agora, com pesados riffs que aludem a "Damage Done" e "Character", a volta do uso de vocais femininos convidados (coisa que não era utilizada desde "Projector") e dos vocais limpos de Stanne (que propiciam uma atmosfera Gothic/Doom), e um estilo de composição ao estilo "Projector" e "Haven", principalmente no que diz respeito aos teclados e aos próprios vocais limpos. Muito foda!
No ano seguinte, foi anunciada a saída do baixista Michael Niklasson devido a motivos pessoais e intrigas dentro da banda. Sua posição foi pouco depois ocupada por Daniel Antonsson (Dimension Zero, ex-Soilwork).
O ano de 2009 já foi um período em que a banda mesmo não lançando nenhum álbum novo, apresentou diversos trabalhos diferentes. O primeiro deles foi a inclusão na coletânea "Manifesto", que estava sendo lançada com diversas bandas. Nesse caso, foi o "Manifesto of Dark Tranquillity". Em seguida vieram "Yesterworlds", o excelente CD e DVD ao vivo "Where Death Is Most Alive" e a compilação de registros raros ao vivo "The Dying Fragments".
"We Are The Void" viu a luz do dia em 2010, apresentando uma aura mais negra, densa e obscura que seus antecessores, mas como de costume, igualmente bela. Já em 2012, o EP "Zero Distance", que também é muito foda, conta com uma sonoridade que flerta bastante com o que estamos acostumados a ouvir com o Eternal Tears of Sorrow, por exemplo. Em diversos trabalhos anteriores, essa relação já era possível de ser feita, mas nesse disco, o espaço se estreitou.
Seguindo tendência ainda um tanto parecida, veio em 2013 o álbum "Construct", sob bastante expectativa.
Então aí está uma banda realmente foda de se ouvir, com um som bem carismático, e que, como eu já havia dito no princípio da postagem, muitos conhecem e curtem, e quem ainda não teve a oportunidade, aqui está ela, pois dificilmente vai se arrepender. O Dark Tranquillity é uma banda que faz jus perfeito à fama que as bandas suecas têm de fazer Melodic Death Metal de qualidade indiscutível e sonoridade única e característica.


 Trail of Life Decayed (Demo) (1991)

01 - Midwinter
02 - Beyond Enlightenment
03 - Vernal Awakening
04 - Void of Tranquillity


 A Moonclad Reflection (EP) (1992)

01 - Unfurled By
02 - Yesterworld


 Tranquillity (Compilation) (1993)

01 - Midwinter
02 - Yesterworld
03 - Unfurled By Dawn
04 - Beyond Enlightenment
05 - Vernal Awakening
06 - Void of Tranquillity


 Skydancer (1993)

01 - Nightfall By The Shore of Time
02 - Crimson Winds
03 - A Bolt of Blazing Gold
04 - In Tears Bereaved
05 - Skywards
06 - Throught Ebony Archways
07 - Shadow Duet
08 - My Faeryland Forgotten
09 - Alone


 Of Chaos and Eternal Night (EP) (1995)

01 - Of Chaos and Eternal Night
02 - With The Flaming Shades of Fall
03 - Away, Delight, Away
04 - Alone


 The Gallery (1995)

01 - Punish My Heaven
02 - Silence, and The Firmament Withdrew
03 - Edenspring
04 - The Dividing Line
05 - The Gallery
06 - The One Brooding Warning
07 - Midway Through Infinity
08 - Lethe
09 - The Emptiness From Which I Fed
10 - Mine Is The Grandeur...
11 - ...of Melancholy Burning


 Enter Suicidal Angels (EP) (1996)

01 - Zodijackyl Light
02 - Razorfever
03 - Shadowlit Facade
04 - Archetype


 The Mind's I (1997)

01 - Dreamlore Degenerate
02 - Zodijackyl Light
03 - Hedon
04 - Scythe, Rage and Roses
05 - Constant
06 - Dissolution Factor Red
07 - Insanity's Crescendo
08 - Still Moving Sinews
09 - Atom Heart 243.5
10 - Tidal Tantrum
11 - Tongues
12 - The Mind's Eye


 The Official Demo Series Vol. 1 (Split) (1999)

01 - Dark Tranquillity: Midwinter
02 - Dark Tranquillity: Beyond Enlightenment
03 - Dark Tranquillity: Vernal Awakening
04 - Dark Tranquillity: Void of Tranquillity
05 - Hunger: Face First
06 - Hunger: Hear The Pain
07 - Hunger: Caged
08 - Infernal Majesty: What's What
09 - Infernal Majesty: Power Intrusion
10 - Infernal Majesty: Into The Unknown
11 - Infernal Majesty: Those About To Die


 Projector (1999)

01 - FreeCard
02 - ThereIn
03 - UnDo Control
04 - Auctioned
05 - To A Bitter Halt
06 - The Sun Fired Blanks
07 - Nether Novas
08 - Day To End
09 - Dobermann
10 - On Your Time


 Haven (2000)

01 - The Wonders At Your Feet
02 - Not Built To Last
03 - Indifferent Suns
04 - Feast of Burden
05 - Haven
06 - The Same
07 - Unknown
08 - Ego Drama
09 - Rundown
10 - Emptier Still
11 - A Loss of Words
12 - Fabric


 Damage Done (2002)

01 - Final Resistance
02 - Hours Passed In Exile
03 - Monochromatic Stains
04 - Single Part of Two
05 - The Treason Wall
06 - Format C- For Cortex
07 - Damage Done
08 - Cathode Ray Sunshine
09 - The Enemy
10 - The Poison Well
11 - White Noise/Black Silence
12 - Ex Nihilo


 Exposures: In Retrospect and Denial (Compilation) (2004)

CD 1:
01 - Static
02 - The Poison Well
03 - In Sight
04 - Misery In Me
05 - Cornered
06 - No One
07 - Exposure
08 - Yesterworld
09 - Unfurled By Dawn
10 - Midwinter/Beyond Enlightenment
11 - Vernal Awakening
12 - Void of Tranquillity

CD 2:
01 - The Wonders At Your Feet
02 - The Treason Wall
03 - Hedon
04 - White Noise, Black Silence
05 - Haven
06 - Punish My Heaven
07 - Monochromatic Stains
08 - Indifferent Suns
09 - Format C: For Cortex
10 - Insanity's Crescendo
11 - Hours Passed In Exile
12 - The Sun Fired Blanks
13 - Damage Done
14 - Lethe
15 - Not Built To Last
16 - Therein
17 - Zodijackyl Light
18 - Final Resistance
19 - Ex Nihilo


 Lost To Apathy (EP) (2004)

01 - Lost To Apathy
02 - Derivation TNB
03 - The Endless Feed (Chaos Seed Remix)
04 - UnDo Control (Live)


 Character (2005)

01 - The New Build
02 - Through Smudged Lenses
03 - Out of Nothing
04 - The Endless Feed
05 - Lost To Apathy
06 - Mind Matters
07 - One Thought
08 - Dry Run
09 - Am I 1?
10 - Senses Tied
11 - My Negation
12 - Damage Done (Live In Korea) (Bonus Track)
13 - The Wonders At Your Feet (Live In Korea) (Bonus Track)
14 - Final Resistance (Live In Korea) (Bonus Track)
15 - The Treason Wall (Live In Korea) (Bonus Track)
16 - Derivation TNB (Bonus Track)
17 - The Endless Feed (Chaos Seed Remix) (Bonus Track)


 Fiction (2007)

01 - Nothing To No One
02 - The Lesser Faith
03 - Terminus (Where Death Is Most Alive)
04 - Blind At Heart
05 - Icipher
06 - Inside The Particle Storm
07 - Empty Me
08 - Misery's Crown
09 - Focus Shift
10 - The Mundane and The Magic


 Manifesto of Dark Tranquillity (Compilation) (2009)

01 - Focus Shift
02 - Terminus (Where Death Is Most Alive)
03 - The Lesser Faith
04 - Misery's Crown
05 - The New Build
06 - Lost To Apathy
07 - My Negation
08 - Final Resistance
09 - Monochromatic Stains
10 - Hours Passed In Exile
11 - The Treason Wall
12 - The Wonders At Your Feet
13 - Not Built To Last
14 - Indifferent Suns
15 - Haven
16 - The Sun Fired Blanks
17 - There In
18 - UnDo Control


 Yesterworlds (Compilation) (2009)

01 - Midwinter (Intro)
02 - Beyond Enlightenment
03 - Vernal Awakening
04 - Void of Tranquillity
05 - Unfurled By Dawn
06 - Yesterworld
07 - Punish My Heaven (Demo Version)
08 - Away, Delight, Away (Demo Version)
09 - The Gallery (Demo Version)
10 - Punish My Heaven (Alternative Version)


 Where Death Is Most Alive (Live) (2009)

CD 1:
01 - Intro
02 - The Treason Wall
03 - The New Build
04 - Focus Shift
05 - The Lesser Faith
06 - The Wonders At Your Feet
07 - Lost To Apathy
08 - FreeCard
09 - Inside The Particle Storm
10 - Nothing To No One
11 - Edenspring

CD 2:
01 - Insanity's Crescendo (feat. Nell Sigland)
02 - Lethe
03 - Dreamlore Degenerate
04 - Misery's Crown
05 - ThereIn
06 - My Negation
07 - Yesterworld/Punish My Heaven
08 - The Mundane and The Magic (feat. Nell Sigland)
09 - Final Resistance
10 - Terminus (Where Death Is Most Alive)


 The Dying Fragments (Compilation) (2009)

01 - Only Time Can Tell (Rehearsal, Billdal 1991)
02 - The Dying Fragment of An Elderly Dream (Valvet, Gothenburg 1991)
03 - Soulbreed (Ljungskile 1991)
04 - Yesterworld (Musikens Hus, Gothenburg 1992)
05 - Nightfall By The Shore of Time (Fågeln, Gothenburg 1992)
06 - My Faeryland Forgotten (Fågeln, Gothenburg 1992)
07 - Alone (Fågeln, Gothenburg 1992)
08 - Skywards (Gamlestaden, Gothenburg 1992)
09 - Crimson Winds (Karlstad 1994)
10 - Shadow Duet (Karlstad 1994)
11 - Tongues (Rotterdam, Holland 1997)
12 - Constant (Rotterdam, Holland 1997)
13 - Razorfever (Rotterdam, Holland 1997)


 We Are The Void (2010)

01 - Shadow In Our Blood
02 - Dream Oblivion
03 - The Fatalist
04 - In My Absence
05 - The Grandest Accusation
06 - At The Point of Ignition
07 - Her Silent Language
08 - Arkhangelsk
09 - I Am The Void
10 - Surface The Infinite
11 - Iridium


 Zero Distance EP (EP) (2012)

01 - Zero Distance
02 - Out of Gravity
03 - Star of Nothingness
04 - To Where Fires Cannot Feed
05 - The Bow and The Arrow

Download

 Construct (2013)

CD 1:
01 - For Broken Words
02 - The Science of Noise
03 - Uniformity
04 - The Silence In Between
05 - Apathetic
06 - What Only You Know
07 - Endtime Hearts
08 - State of Trust
09 - Weight of The End
10 - None Becoming
11 - Immemorial (Bonus Track)
12 - Photon Dreams (Bonus Track)

CD 2:
01 - The Treason Wall (Live In Milan 2008)
02 - The New Build (Live In Milan 2008)
03 - Focus Shift (Live In Milan 2008)
04 - The Lesser Faith (Live In Milan 2008)
05 - The Wonders At Your Feet (Live In Milan 2008)
06 - Lost To Apathy (Live In Milan 2008)
07 - Misery's Crown (Live In Milan 2008)
08 - ThereIn (Live In Milan 2008)
09 - My Negation (Live In Milan 2008)
10 - The Mundane and The Magic (Live In Milan 2008)
11 - Final Resistance (Live In Milan 2008)
12 - Terminus (Where Death Is Most Alive)
13 - Dream Oblivion (Live At With Full Force 2010)
14 - Iridium (Live At Summerbreeze, 2010)

Download

 A Memory Construct (EP) (2014)

01 - A Memory Construct
02 - Sorrow's Architect

Download

Um comentário:

  1. Grande parte dos links estão quebrados ou inválidos, se puder reupar os álbuns que estão off, agradeço desde já, valeu.

    ResponderExcluir