Social Icons

sábado, 22 de dezembro de 2012

Essa é mais uma daquelas postagens que exigem a regrinha humilde do bom convívio: curtiu? Baixa, comenta. Não gostou? Ignora. Sei que o CPM 22 é mais uma banda que no meio de tanto headbanger conservador e detentores de uma falsa superioridade de gêneros (porque na verdade eles são apenas diferentes) do Rock e do Metal, eles são criticados, até porque praticamente todos os CDs abordam temas sobre as famosas 'dores de cotovelo'.
Eu já fui assim. Meu irmão tem um gosto diferente do meu, mas igual em vários pontos. Ele ainda gosta das bandas de quando começou a entrar na música, como Iron MaidenJudas PriestOzzy Osbourne, e afins, mas hoje em dia tem também um gosto mais meloso, como Angels & AirwavesBlink-182 e tal, e também dá muito valor às bandas nacionais como Detonautas Roque Clube, e claro, o CPM 22. Eu não gostava. De verdade, odiava, mas porque eu era um garotinho fechado e orgulhoso do meu gosto musical, naquela fase idiota em que você acha que só o Heavy Metal presta e que nada além dele presta. Ao amadurecer, descobri que tava muito enganado, que existe muita coisa realmente foda fora do Metal, e também aprendi a apreciar os trabalhos de bandas de gêneros que antes tinha preconceito. O CPM 22 acabou caindo nas minhas graças.
Eu não sou muito fã de Hardcore não. Não é muito minha praia, assim como outras áreas como o Punk e o Rock/Metal Alternativo também não são, mas sempre tem essa ou aquela banda que você acaba curtindo. Menciono Hardcore, obviamente fazendo alusão ao estilo do CPM 22, coisa que, ao ler, quem é do contra com certeza já coçou a língua, quase praguejando "essa merda não é Hardcore!!" Pois bem... Meu pensamento não é bem assim, coisa que se aplica a outras bandas também. No meu entendimento, não são exatamente as letras que definem um estilo. O CPM 22 faz Hardcore Melódico. Querendo ou não, o estilo é o Hardcore, não importa que tipo de letras falem, que tipo de atitude tenham, assim como o Blink-182 também é Punk, mesmo que não fale de anarquismo ou baboseiras rebeldes. Afinal, o som é o Punk! Fazer o quê? Outro exemplo bem mais acessível de que letras não definem nada é o Amon Amarth. Falam de Mitologia Nórdica, mas isso não os torna Viking Metal, coisa que alguns acham. Eles fazem Melodic Death Metal, porém, falando de mitos nórdicos.
O grupo surgiu no ano de 1995 na cidade de Barueri, em São Paulo, sob o nome "CPM", contando com Fernando Estéfano Badauí como vocalista, Luciano Garcia e Eduardo Ippolito Torrano Gomes nas guitarras, Ronaldo Spínola no baixo e Ricardo Di Roberto na bateria, conhecidos como BadauíLucianoWallyPortoga e Japinha, respectivamente.
Seu primeiro trabalho saiu logo no ano seguinte, de forma independente. Trata-se da demo tape em fita K7 "Como Por Moral". Já em 1998, os caras criaram uma caixa postal que resultou no número 1022. Então algum espertinho deles percebeu a relação entre o número e o nome da banda. Entenderam "Caixa Postal Mil e Vinte e Dois", e tratarem de logo mudarem o nome da banda, que todos conhecemos hoje. Entretanto, tempos depois, o guitarrista Wally discordou da versão, dizendo que o nome veio de uma brincadeira entre ele e o primo, significando "Crucificados, Podres e hasta la Muerte", e que 22 era um número aleatório. Eu acredito que é contraditório e vago, e ele sempre demonstrou ser um pouco descontentado com os rumos da banda, o que acabou resultando na sua saída mais tarde. De qualquer modo, sob o novo nome, uma segunda demo foi lançada naquele ano, auto-intitulada. Essa fita foi decisiva para o crescimento da banda, pois por onde eles passavam, a vendiam por apenas R$ 2,00 para cobrir custos de gravação, fita e encarte. Acabaram disponibilizando as músicas na internet, e ainda a cada show, vendiam pelo menos 20 fitas, fazendo com que o prestígio no underground nas redondezas aumentasse, exercendo pressão para o lançamento de um álbum.
Essa pressão acabou concretizando o lançamento de um álbum independente em 2000 intitulado "A Alguns Quilômetros de Lugar Nenhum". Fizeram uma turnê de divulgação pelo sul do Brasil, levando uma maleta cheia de cópias para vender. Com o prestígio aumentando, acabaram vendendo bem, chegando à marca de 4.000 cópias vendidas nos dois primeiros meses.
Por fim, em 2001, um contrato foi assinado com o selo da Arsenal Music com a gravadora Abril Music, possibilitando a gravação e lançamento do primeiro álbum oficial dos caras, auto-intitulado. Esse álbum foi o primeiro responsável pelo reconhecimento a nível nacional que os caras ganharam, com canções como "Regina, Let's Go!!", "Tarde de Outubro" e principalmente "O Mundo Dá Voltas". O disco foi a ouro por ter alcançado a marca de 100 mil cópias. O clipe de "Tarde de Outubro" recebeu o prêmio de "banda revelação" pela MTV VMB 2002.
Logo em 2002, mais um excelente disco chegou às prateleiras de todo o Brasil: "Chegou A Hora de Recomeçar". As letras 'dores de cotovelo' alcançaram o Brasil inteiro, inspiradas em acontecimentos nas vidas dos integrantes. "Desconfio", "Dias Atrás" e "Não Sei Viver Sem Ter Você" são verdadeiros clássicos dos caras até hoje.
Até o próximo lançamento, o conjunto ficou bastante tempo sem lançar novos trabalhos, talvez por conta dos extensivos shows pelo país, além da alteração no line-up. O baixista Portoga deixou o grupo, cedendo lugar para Fernando Sanches. Somente em 2005 foi sair o terceiro álbum oficial dos caras, e mais um emblemático, fodástico, intitulado "Felicidade Instantânea". Daqui saiu o que talvez é o maior hino dos caras: "Um Minuto Para O Fim do Mundo". "Irreversível" também é outro grande hit do álbum, além de "Felicidade Instantânea", "Apostas & Certezas", "Não Vá Embora", entre outras. A primeira faixa mencionada havia sido composta fazia muito tempo, mas só então que decidiram gravar. Ela foi coroada "Escolha da Audiência" (prêmio mais importante) pela MTV VMB, além da segunda, que levou o prêmio de "melhor clipe do ano".
No ano seguinte, finalmente chegou a ver com CPM 22 de gravar um trabalho que é praticamente um ritual para todas as bandas brasileiras: um MTV ao vivo. Também lançado em DVD, o trabalho conta com os maiores hits dos caras em um show realmente muito maneiro. O álbum repercutiu tanto que levou a banda a realizar um show no Japão.
Até aqui, as letras e as músicas do conjunto eram bastante melódicas, com toques de Pop, o que os faz alcançar um grande número de pessoas. Mas para o próximo lançamento, eles fizeram diferentes. Deram uma amadurecida, resolveram pegar firme e fazer um Hardcore mais pesado e letras voltadas mais para críticas ao que acontece atualmente em São Paulo, mas sem deixar pra trás algumas letras sobre temas mais tradicionais, amorosos. O negócio é que em "Cidade Cinza", lançado em 2007, o CPM é quase outra banda. Muito mais forte. Um álbum que realmente vale a pena pra cacete ouvir. Não é pra menos que levou o Grammy Latino 2008 na categoria Melhor álbum de Rock Brasileiro. O sucesso foi tanto, que novamente foram tocar fora do país, excursionando por países como Inglaterra, Portugal e Estados Unidos. Nos EUA, foram a primeira banda a tocar no Hard Rock Café de Hollywood (o da Flórida, não o bairro tradicional e famosíssimo).
Nos tempos seguintes, houve alteração no line-up novamente. O guitarrista Wally deixou a banda, descontente com os caminhos que ela estava tomando. Sua vaga não foi reocupada, seguindo então apenas com Luciano como guitarrista. Aconteceu também nessa época o rompimento com a Arsenal Music, e a banda seguiu de maneira independente novamente. Com dedicação e trabalho, mais um álbum foi lançado, o segundo independente, intitulado "Depois de Um Longo Inverno", de 2011, em alusão ao que a banda tem passado, por tempos complicados. Esse álbum já completa a ideia de que o CPM 22 se transformou. Suas origens foram completamente deixadas para trás. 'Dor de cotovelo' é raro aqui. O álbum é muito mais crítico, mas não tão pesado quanto seu antecessor. Mas a banda se abriu à introdução de instrumentos de sopro nas canções, dando um toque de Rock mais antigo. A mente aberta do álbum se estende ao uso de violões em algumas canções, além de violoncello na faixa "Minoria", que ficou realmente muito foda! É um ótimo álbum, de qualquer modo. Uma das faixas que chamam a atenção no álbum é a "CPM 22", que é bastante bacana pelo fato da letra ser um agradecimento aos fãs de todo o Brasil pelo apoio que deram à banda durante todos os anos na ativa, pelo reconhecimento. Mais tarde naquele ano, o baixista Fernando Sanches deixou a banda, então, Heitor Gomes (ex-Charlie Brown Jr.) tomou seu posto.
Já com a formação reconfigurada, o CPM demonstra muito apego às suas origens, apesar de terem dado uma mudada no seu direcionamento, principalmente no disco de 2011. Excursionam o Brasil todo fazendo shows cantando seus maiores clássicos, até que resolvem gravar em junho de 2013 um disco acústico, e ao vivo. É ele o simplesmente "Acústico", lançado quatro meses depois, contando com um extenso setlist, em sua maiores com seus maiores clássicos em versão acústica, e isso me agradou bastante! Eu nunca havia parado pra pensar que as músicas ficariam legais nessa versão.
Então aí está uma discografia bastante legal, de uma banda de reconhecimento nacional. Não adianta, não há um brasileiro sequer que não tenha ouvido falar do CPM 22, gostando ou não. Pelas músicas fodas (em minha concepção), pelos longos anos de trabalho na ativa e por tudo que conquistaram em sua carreira, não é difícil colocá-los como uma das maiores bandas do Brasil, e de um estilo que dificilmente ganha o espaço que eles ganharam, como o Hardcore. Eu gosto pra caralho deles, até em show eu já fui. Só tenho críticas a fazer a eles sobre as apresentações ao vivo mesmo, que são tímidas. Badauí não entretém o público, não fala com as pessoas, só faz o trabalho dele lá em cima, e a festa é você quem tem que fazer, bebendo e zoando. Pelo menos de minha parte foi divertido pra cacete! E eu volto a repetir: se gosta da banda, gostou da postagem, baixa ou comenta, ou ambos, e se não gostou, só ignora e vai baixar algo que goste, porque aqui no nosso blog temos espaço pra todos os estilos, o que inviabiliza a gente de agradar 100% alguém. Beleza? É isso aê. CPM 22!


 Como Por Moral (Demo) (1996)

01 - Tente
02 - Mudança de Personalidade
03 - Garrafada do Norte
04 - Eu Prometo
05 - Viva O Colorado!

Download

 CPM 22 (Demo) (1998)

01 - Azul Claro da Noite
02 - Anteontem
03 - Garota da TV
04 - Peter
05 - A Alguns Quilômetros de Lugar Nenhum

Download

 A Alguns Quilômetros de Lugar Nenhum (2000)

01 - Regina Let's Go!
02 - O Mundo Dá Voltas
03 - Mais Um Dia
04 - Por quê?
05 - Garota da TV
06 - Bohrizloser
07 - ...É Isso
08 - Peter
09 - 60 Segundos
10 - Light Blue Light
11 - Anteontem
12 - Vai Mudar?
13 - Pregur
14 - A Alguns Quilômetros de Lugar Nenhum

Download

 CPM 22 (2001)

01 - Regina Let's Go!
02 - Tarde de Outubro
03 - O Chão Que Ela Pisa
04 - O Perdedor (Bohrizloser)
05 - Anteontem
06 - Sessenta Segundos
07 - A Velha História
08 - Antes Que Seja Tarde
09 - Melancolia
10 - O Mundo Dá Voltas
11 - Mais Um Dia
12 - ...É Isso
13 - Últimas Palavras
14 - Duas Semanas

Download

 Chegou A Hora de Recomeçar (2002)

01 - Desconfio
02 - Sonhos e Planos
03 - Vidas Que Se Encontram
04 - Dias Atrás
05 - Amigos Perdidos
06 - Especial Como Você
07 - Não Sei Viver Sem Ter Você
08 - Atordoado
09 - Garota da TV
10 - Ontem
11 - Coragem
12 - Argumento
13 - Peter
14 - Mentiras Novas

Download

 Felicidade Instantânea (2005)

01 - Felicidade Instantânea
02 - Um Minuto Para O Fim do Mundo
03 - Apostas e Certezas
04 - Irreversível
05 - Não Vá Embora
06 - A Cura
07 - Recíproca
08 - Pensamentos Negativos
09 - Cidade Em Chamas
10 - Park, Park
11 - Jovem, Alcoólatra, Suicida
12 - Crise de Existência
13 - Contagem Regressiva
14 - Reflexões
15 - Depois do Fim
16 - Repetição

Download

 MTV Ao Vivo (2006)

01 - Regina Let's Go!
02 - Desconfio
03 - O Mundo Dá Voltas
04 - Dias Atrás
05 - Inevitável
06 - Irreversível
07 - Light Blue Night
08 - Anteontem
09 - Não Sei Viver Sem Ter Você
10 - Além de Nós
11 - Atordoado
12 - Apostas e Certezas
13 - Um Minuto Para O Fim do Mundo
14 - Não Vá Embora
15 - Pouco Pra Mim
16 - Peter/60 Segundos/Garota da TV
17 - Ontem
18 - Cidade Em Chamas
19 - A Cura
20 - Libertar
21 - Tarde de Outubro

Download

 Cidade Cinza (2007)

01 - Estranho No Espelho
02 - Nossa Música
03 - Ano Que Vem Talvez
04 - Escolhas, Provas e Promessas
05 - Tempestade de Facas
06 - 1000 Motivos
07 - Depois de Horas
08 - Mais Rápido Que As Lágrimas
09 - Reais Amigos
10 - Tempo
11 - Maldita Herança
12 - Cidade Cinza

Download

 Depois de Um Longo Inverno (2011)

01 - Abominável
02 - Vida ou Morte
03 - Filme Que Eu Nunca Vi
04 - Hospital do Sofredor
05 - Cavaleiro Metal
06 - Quem Sou Eu?
07 - Na Medida Certa
08 - Um Pouco de Paciência
09 - Sofridos e Excluídos
10 - Nova Ordem
11 - CPM 22
12 - Minoria
13 - Março 76

Download

 Acústico (Ao Vivo) (2013)

01 - Não Sei Viver Sem Ter Você
02 - Desconfio
03 - O Chão Que Ela Pisa
04 - Tony Galano
05 - Vida Ou Morte
06 - Vai Mudar
07 - Irreversível
08 - Por Nós 3
09 - Tarde de Outubro
10 - Sofridos e Excluídos
11 - Dias Atrás
12 - Perdas
13 - Sonhos e Planos
14 - Nossa Música
15 - O Mundo Dá Voltas
16 - A Alguns Quilômetros de Lugar Nenhum
17 - Pra Sempre
18 - Um Minuto Para O Fim do Mundo (part. Dinho Ouro Preto)
19 - CPM22
20 - A Cura
21 - 1000 Motivos
22 - Regina Let's Go

Download

Nenhum comentário:

Postar um comentário