Social Icons

sábado, 2 de outubro de 2010

Aquaria - Discografia Comentada

Aquaria é uma fodásticas banda brasileira de Symphonic Power Metal fundada no ano de 1999, no Rio de Janeiro, sob o nome "Uirapuru".
Os caras são muito fodas, são um exemplo de banda nacional de alto nível, mas que infelizmente não é reconhecida muito bem em seu próprio território. Na Europa os caras são um sucesso, e principalmente no Japão. Há uma ideia chata sobre a banda, pois dizem que eles são uma cópia do Angra. Não é bem assim. Realmente dá pra notar que há inspiração, mas toda banda tem suas inspirações, e o negócio é que o Angra e o Aquaria têm uma coisa em comum: a introdução de cultura brasileira em suas canções. Talvez não seja cópia, talvez seja apenas um estilo em comum. Afinal, o Aquaria é original é diversos pontos, e são muito fodas!
No início, sob o nome "Uirapuru", que significa, segundo o dicionário, "nome pela qual são conhecidos na Amazônia diversos pássaros de famílias diferentes", a banda lançou duas demos: "Here Comes The Life" (2001) e "Flames of Trinity" (2002). Na época, o vocalista era Leandro Caçoilo, atual vocalista do Eterna.
Da primeira demo, duas canções foram retiradas e colocadas em seu álbum debut: "And Let The Show Begin" e "Here Comes The Life". Porém, as letras são diferentes da demo para o álbum.
Foi apenas em 2005 que a banda foi lançar seu debut. Houve a mudança de vocalistas. Saiu Leandro Caçoilo e entrou o atual vocalista Vitor Veiga. Além disso, antes do lançamento do álbum, a banda mudou seu nome para Aquaria. E então sai seu primeiro álbum "Luxaeterna", que significa "Luz Eterna". Álbum fuderoso, bem sinfônico com elementos de Música Clássica, além dos tradicionais elementos brasileiros. Há batuques, tamborins, algumas partes são cantadas em um ritmo mais brasileiro e tudo mais. É legal ver a mesclagem até no início da faixa "Spirits of Light", onde há um "carvanal", rsrs, pois há tamborins. Álbum foda se souber escutá-lo, mas suas músicas são grandes, então é um álbum de longa duração. Mas isso não tira o brilho!
Antes de lançar seu próximo álbum, os guitarristas Leandro Gomes e Rick Mour deixam a banda, sendos substituídos por Gustavo Di Pádua e Roberto Scripillitti (este último havia gravado a demo "Flames of Trinity"). Completando o time havia Fernando Giovannetti (baixo), Bruno Agra (bateria) e Alberto Kury (teclados).
Com essa formação, a banda entrou em estúdio e gravaram seu novo álbum, que foi lançado em janeiro de 2007 e foi intitulado "Shambala". Este álbum já lembra um pouco o Glory Opera por causa da atmosfera amazonense. O álbum se passa na época do descobrimento do Brasil, retrata a invasão portuguesa em nosso território e a paixão de um navegante português pela personagem Iara, representada na capa do álbum. É outro fodástico álbum. Gosto dessa mistura amazonense com Metal, fica florestal e pesado, acho perfeito.
"Shambala" foi o último lançamento da banda. Nada de novo foi lançado desde então, pois encontram-se em hiato.

|    Facebook Page    |


 Here Comes The Life (Demo) (2001)

01 - Nature's Breeding
02 - And Let The Show Begin
03 - Here Comes The Life
04 - Angel Without Wings
05 - A New Beginning

 Flames of Trinity (Demo) (2002)

01 - Intro
02 - Violet
03 - Green
04 - White

 Luxaeterna (2005)

01 - Aeternalux
02 - And Let The Show Begin
03 - Here Comes The Life
04 - Spirits of Light
05 - Humanity
06 - Whispers and Pain of Mother Nature
07 - Choice Time
08 - Judgement Day
09 - Your Majesty Gaia
10 - Luxaeterna
11 - Son of The Sky Brothers of The Earth

 Shambala (2007)

01 - Hope
02 - Heart of The Gods
03 - Expedition
04 - Into The Forest
05 - Lost
06 - Iara
07 - Shambala
08 - Child of The Universe (Hearth)
09 - Firewings
10 - Skies of Amazonia
11 - Liberty

Nenhum comentário:

Postar um comentário