Social Icons

domingo, 1 de agosto de 2010

Amorphis - Discografia Comentada

O Amorphis surgiu na Finlândia em 1990, fundado por Esa Holopainen (guitarra) e Jan Rechberger (bateria e teclados). Para completar banda vieram Tomi Koivusaari (vocal e guitarra) e Olli-Pekka Laine (baixo).
A proposta inicial do conjunto era formar uma banda de Death Metal. E assim vieram os álbuns: The Karelian Isthmus (1993) e Tales From The Thousand Lakes (1994).
Ouvindo esses discos dá pra perceber que desde o começo o Amorphis se diferenciava das outras bandas do estilo pois apresentava novos elementos, como teclados, sintetizadores e algumas orquestrações.
Isso se deu pelo fato da banda perceber que o Death Metal "seco" era um estilo limitado e que os impedia de explorar todas as suas qualidades, algo muito semelhante ao que aconteceu com o Therion.
Ainda em 1994, Kim Rantala se juntou ao grupo como tecladista.
Em 1996, lançaram Elegy, que é considerado por muitos, o melhor álbum da banda, e que apresentava Pasi Koskinen como um segundo vocalista. Neste álbum estreou também um novo baterista chamado Pekka Kasari.
Elegy é fundamental para a carreira do Amorphis, pois definiu o direcionamento que a banda iria tomar dali em diante. O disco destaca-se pela perfeita harmonia com que os diferentes direcionamentos musicais são agregados, sempre soando verossímeis e até belos em dados momentos. Interessante também o contraste proposital entre os vocais limpos e até certo ponto agressivos de Pasi Koskinen e os urros de Tomi Koivusaari.
É quase impossível definir o Amorphis em algum estilo, alguns consideram o som da banda como Melodic Death Metal, outros a definem como Progressive Death Metal, e ainda tem Gothic e também Doom Metal. É complicado, só mesmo ouvindo para se ter uma idéia do que é que estou falando.
Em 1998, Rantala sai da banda sendo substituido por Santeri Kallio. O grupo lançaria em 1999 o disco Tuonela com essa formação. Ao mesmo tempo que conserva algumas características básicas que fizeram do Amorphis um nome bastante respeitado e admirado no mundo do metal, como o uso de instrumentos variados, a atmosfera anos 70 causada pelos teclados presentes na maioria das canções do disco e os riffs portentosos e épicos. As influências e temáticas folclóricas de Tales From The Thousand Lakes é deixado um pouco de lado, mas a bem dosada mistura de peso, psicodelia e melodia do disco Elegy é repetida em Tuonela, com um destaque um pouco maior para o elemento peso, que a banda distribuiu mais generosamente entre as 10 faixas desse disco do que em Elegy.
Com essa nova sonoridade, a mudança de tipo de vocal foi algo natural, pois o antigo vocal podrão não se encaixava mais na música do Amorphis, e o vocalista Pasi Koskinen acaba sendo um dos destaques do disco, com seu vocal mais Hard Rock do que propriamente Metal.
Am Universum que saiu em 2001, manteve o conjunto entre os grandes do Metal finlandês, embora não tivesse a mesma qualidade de seus antecessores.
Já com o lançamento Far From The Sun, de 2003, o Amorphis com uma presença maior de vocais limpos e melodias mais simples e acessíveis, conseguiu um som mais acessível, algo que pode até não ter sido prejudicial, mas assim como em Am Universum, o disco deixou um pouco a desejar.
Para recuperar o prestígio e trazer ânimo para a banda, mudanças precisaram ser feitas e assim Pasi Koskinen acabou deixando o conjunto, sendo substituído por Tomi Joutsen (ex-Sinisthra).
Com o novo vocalista lançam o excelente disco Eclipse em 2005. Nesse trabalho as canções mantêm sua identidade com variações de progressivo, doom, psicodélico, melódico e algo que estava meio de lado na sonoridade do Amorphis: o Death Metal.
Tomi é realmente o melhor vocalista que passou pelo Amorphis, e lembra bastante Ville Laihiala do Sentenced (essa faz falta).
Destaque também para o trabalho ultramelódico das guitarras e o uso eficaz dos teclados, muitas vezes lisérgicos e experimentais, mostram que os arranjos foram feitos por quem realmente precisava provar que continuavam bons no que fazem melhor.
Felizmente, Silent Waters que saiu em 2007, seguiu a mesma linha de Eclipse. É outro disco realmente foda, irresistível pela grande escala de emoções que transmite e indicadíssimo a qualquer um que seja eclético e aprecie uma mescla uniforme e viajante de Death, Progressivo, Folk, Metal Tradicional, e ainda sem pudores quando arriscam algo mais voltado ao mainstream.
A sonoridade apresentada em Eclipse e aperfeiçoada em Silent Waters alcançou seu auge em Skyforger, que pra mim foi o melhor disco de 2009. Melodias cativantes e originais saem dos alto-falantes, devidamente emolduradas pelos vocais repletos de personalidade de Joutsen. As principais referências que vem à cabeça ao seu ouvir o disco são o Opeth e o Sentenced (da fase do The Cold White Light), principalmente pela união entre elementos progressivos, góticos e o Death metal.
Sem dúvida alguma Skyforger é um disco irrepreensível. Não importa qual estilo você curta mais, se você gostar de Metal, vai gostar desse disco de qualquer jeito.
A formação atual do Amorphis conta com: Tomi Joutsen (vocal), Esa Holopainen (guitarra), Tomi Koivusaari (guitarra), Niclas Etelävuori (baixo), Santeri Kallio (teclados) e Jan Rechberger (bateria).
Em 2011, lançaram o bom The Beginnig Of Times.
Em 2013, retornaram com o bombástico Circle. Desde o início, o disco mostra que a banda está em busca de uma sonoridade mais direta, embora continuem explorando os elementos do Metal Progressivo com rara eficiência.
Ao contrário dos dois lançamentos anteriores, o uso excessivo de piano foi retirado, o que deu ao disco uma pegada mais forte, vide a faixa Shades of Gray. Outra faixa que chama a atenção é a emotiva  Hopeless DaysNightbird's Song, demonstra que o Amorphis não perdeu a mão quanto ao som que faziam em seu passado.
Circle é um álbum conceitual, escrito com o auxílio de  Pekka Kainulainen, que trabalha com a banda desde Silent Waters (2007). O disco conta a história de um garoto que teve muitos problemas em seu passado e após um acidente, ele estabelece um conexão com seus poderes internos r se encontra com um guia, tendo a oportunidade de mudar sua própria vida. Pelo menos foi isso que eu entendi, pois o meu inglês não é lá dos melhores). O ano foi concluído para a banda com o lançamento da compilação "The Best of", que apesar de reunir o que há de melhor da banda, por questões de "auto puxação de farinha", contém apenas as músicas lançadas sob o contrato da gravadora Nuclear Blast.

|    Official Website    |    Facebook Page    |    Twitter   |
|    YouTube Channel    |    ReverbNation    |


 The Karelian Isthmus (1993)

01 - Karelia
02 - The Gathering
03 - Grails Mysteries
04 - Warriors Trial
05 - Black Embrace
06 - Exile of The Sons of Uisliu
07 - The Lost Name of God
08 - The Pilgrimage
09 - Misery Path
10 - Sign From The North Side
11 - Vulgar Necrolatry

Ouvir (Spotify)

 Privilege of Evil (EP) (1993)

01 - Pilgrimage From Darkness
02 - Black Embrace
03 - Privilege of Evil
04 - Misery Path
05 - Vulgar Necrolatry
06 - Excursing From Existence

Ouvir (Spotify)

 Tales From The Thousand Lakes (1994)

01 - Thousand Lakes
02 - Into Hiding
03 - The Castaway
04 - First Doom
05 - Black Winter Day
06 - Drowned Maid
07 - In The Beginning
08 - Forgotten Sunrise
09 - To Fathers Cabin
10 - Magic and Mayhem

Ouvir (Spotify)

 Black Winter Day (EP) (1995)

01 - Black Winter Day
02 - Folk of The North
03 - Moon and Sun
04 - Moon and Sun Part II: North's Son

Ouvir (Spotify)

 Elegy (1996)

01 - Better Unborn
02 - Agains Windows
03 - The Orphan
04 - Or Rich and Poor
05 - My Kantele
06 - Cares
07 - Song of The Trombled One
08 - Weeper of The Shore
09 - Elegy
10 - Relief
11 - My Kantele (Acoustic Reprise)
12 - The Brother Slayer
13 - The Lost Son (The Brother Slayer Part II)
14 - Levitation
15 - And I Hear You Call

Ouvir (Spotify)

 My Kantele (EP) (1996)

01 - My Kantele (Acoustic Reprise)
02 - The Brother-Slayer
03 - The Lost Son (The Brother-Slayer Part II)
04 - Levitation
05 - And I Hear You Call

Ouvir (Spotify)

 Tuonela (1999)

01 - The Way
02 - Morning Star
03 - Nightfall
04 - Tuonela
05 - Greed
06 - Divinity
07 - Shining
08 - Withered
09 - Rusty Moon
10 - Summer's End

Ouvir (Spotify)

 Story: 10th Anniversary (Compilation) (2000)

01 - Black Winter Day
02 - Against Widows
03 - Tuonela
04 - Grail's Mysteries
05 - Castaway
06 - My Kantele
07 - Way
08 - Brother Slayer
09 - The Orphan
10 - Exile of The Sons Of Uisliu
11 - On Rich and Poor
12 - Divinity
13 - The Gathering
14 - Drowned Maid
15 - Summers End
16 - Cares (Live At Club Eitta Tokyo)

 Am Universum (2001)

01 - Alone
02 - Goddess
03 - The Night Is Over
04 - Shatters Within
05 - Crimson Wave
06 - Drifting Memories
07 - Forever More
08 - Veil of Sin
09 - Captured State
10 - Grieve Stricken Heart

Ouvir (Spotify)

 Chapters (Compilation) (2001)

01 - Alone
02 - Drifting Memories
03 - Too Much To See
04 - The Way
05 - Northern Lights
06 - Summer's End
07 - The Brother-Slayer
08 - Better Unborn
09 - My Kantele
10 - Weeper of The Shore
11 - Moon and Sun
12 - Black Winter Day
13 - The Castaway
14 - Drowned Maid
15 - Warriors Trial
16 - Exile of The Sons of Uisliu
17 - The Lost Name of God

Ouvir (Spotify)

 Far From The Sun (2003)

01 - Day of Your Beliefs
02 - Planetary Misfortune
03 - Evil Inside
04 - Mourning Soil
05 - Far From The Sun
06 - Ethereal Solitude
07 - Killing Goodness
08 - God of Deception
09 - Higher Ground
10 - Smithereens

Ouvir (Spotify)

 Eclipse (2006)

01 - Two Moons
02 - House of Sleep
03 - Leaves Scar
04 - Born From Fire
05 - Under A Soil and Black Stone
06 - Perkele (The God of Fire)
07 - The Smoke
08 - Shame Flesh
09 - Brother Moon
10 - Empty Opening
11 - Stonewoman (Bonus Track)

Ouvir (Spotify)

 Silent Waters (2007)

01 - Weaving The Incantation
02 - A Servant
03 - Silent Waters
04 - Towards and Against
05 - I of Crimson Blood
06 - Her Alone
07 - Enigma
08 - Shaman
09 - The White Swan
10 - Black River

Ouvir (Spotify)

 Skyforger (2009)

01 - Sampo
02 - Silver Bride
03 - From The Heaven of My Heart
04 - Sky Is Mine
05 - Majestic Beast
06 - My Sun
07 - Highest Star
08 - Skyforger
09 - Course of Fate
10 - From Earth I Rose
11 - Godlike Machine (Bonus Track)
12 - Separated (Bonus Track)

Ouvir (Spotify)

 Forging The Land of Thousand Lakes (Live) (2010)

CD 1 (Live In Oulu 2009):
01 - Silver Bride
02 - Sampo
03 - Towards and Against
04 - The Castaway
05 - Smithereens/The Smoke
06 - Majestic Beast
07 - Alone
08 - Silent Waters
09 - Divinity
10 - Elegy Medley (Against Widows/Cares/On Rich and Poor)
11 - From The Heaven of My Heart
12 - Sky Is Mine
13 - Magic and Mayhem/Black Winter Day
14 - Sign From The Northside
15 - House of Sleep
16 - My Kantele

CD 2 (Live In Summer Breeze Open Air 2009):
01 - Leaves' Scar
02 - Towards and Against
03 - From The Heaven of My Heart
04 - Against Widows
05 - The Castaway
06 - Sampo
07 - Silver Bride
08 - Alone
09 - The Smoke
10 - My Kantele
11 - House of Sleep
12 - Magic and Mayhem

Ouvir (Spotify)

 Magic & Mayhem: Tales From The Early Years (Compilation) (2010)

01 - Magic and Mayhem
02 - Vulgar Necrolatry
03 - Into Hiding
04 - Black Winter Day
05 - On Rich and Poor
06 - Exile of The Sons of Uisliu
07 - The Castaway
08 - Song of The Troubled One
09 - Sign From The North Side
10 - Drowned Maid
11 - Against Widows
12 - My Kantele
13 - Light My Fire (The Doors Cover) (Bonus Track)

Ouvir (Spotify)

 The Beginning of Times (2011)

01 - Battle For Light
02 - Mermaid
03 - My Enemy
04 - You I Need
05 - Song of The Sage
06 - Three Words
07 - Reformation
08 - Soothsayer
09 - On A Stranded Shore
10 - Escape
11 - Crack In A Stone
12 - Beginning of Time
13 - Hearts Song (Bonus Track)

 Circle (2013)

02 - Mission
03 - The Wanderer
04 - Narrow Path
05 - Hopeless Days
06 - Nightbird’s Song
07 - Into The Abyss
08 - Enchanted By The Moon
09 - A New Day
10 - Dead Man's Dream (Bonus Track)

Ouvir (Spotify)

 Best of (Compilation) (2013)

01 - The Wanderer
02 - Hopeless Days
03 - Into The Abyss
04 - You I Need
05 - Beginning of Time
06 - Silver Bride
07 - From The Heaven of My Heart
08 - Silent Waters
09 - House of Sleep
10 - The Smoke
11 - Two Moons
12 - Born From Fire
13 - Skyforger
14 - My Sun
15 - From Earth I Rose

 Under The Red Cloud (2015)

01 - Under The Red Cloud
02 - The Four Wise Ones
03 - Bad Blood
04 - The Skull
05 - Death of A King
06 - Sacrifice
07 - Dark Path
08 - Enemy At The Gates
09 - Tree of Ages
10 - White Night
11 - Come The Spring (Bonus Track)
12 - Winter's Sleep (Bonus Track)
13 - The Wind (Bonus Track)

Bonus CD - Live At Loud Park 2013:
01 - Shades of Gray
02 - Narrow Path
03 - Sky Is Mine
04 - Silver Bride
05 - Into Hiding
06 - My Kantele
07 - Nightbird's Song
08 - Hopeless Days
09 - House of Sleep

Ouvir (Spotify)

 Tales From Lake Bodom (Split) (2015)

01 - Children of Bodom: Suicide Bomber
02 - Children of Bodom: Halo of Blood (Live)
03 - Children of Bodom: Black Winter Day (Amorphis Cover)
04 - Amorphis: Illusion
05 - Amorphis: Hopeless Days (Live)
06 - Amorphis: Everytime I Die (Children of Bodom Cover)

2 comentários:

  1. Obrigado mais uma vez. WOTM é o melhor sem dúvidas.

    ResponderExcluir
  2. Seria legal se disponibilizassem o Tales From the Thousand Lakes com o cover "Light My Fire".

    ResponderExcluir