Social Icons

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Cruzadas - Discografia Comentada

O Cruzadas é um dos verdadeiros tesouros escondidos em terras brasileiras! Um tesouro enterrado lá na terra onde os portugueses atracaram seus navios pela primeira vez ao alcançarem solo virgem brasileiro: Salvador, na Bahia. Certamente esse é um exemplo de banda que, a princípio, você não vai dar a mesma moral que dá às demais. Mas se você adiar a audição, vai se arrepender amargamente. Isso é porque o que temos aqui é uma banda empolgante, interessante, e poderosa no mesmo nível de epicismo que passam!
Pois é, você será pego de surpresa mesmo que já esteja avisado que a banda é realmente foda. Perguntará a si mesmo como que uma banda com essa qualidade e energia é tão desconhecida. Bom, provavelmente por falta de iniciativa deles mesmos, que infelizmente têm um trabalho de divulgação ineficiente. Ainda assim, podemos ajudar.
Formado no ano de 2003 pelo vocalista e guitarrista Daniel Wallançuela e pelo baixista Jarbas Caribe, o Cruzadas é um excelente petardo que possui uma musicalidade rica e pegada, capaz de te prender. Unindo gêneros do Metal Extremo como Thrash Metal e Death Metal (por vezes, Black Metal a nível elemental) à uma veia épica de batalha medieval, esses nordestinos conseguem confeccionar uma musicalidade de grande qualidade que é elevada pelas letras épicas e medievais em português, complementando um instrumental tocado com velocidade e peso. O vocal de Daniel é encorpado, com forte drive, digno de um dublador de um guerreiro dos cinemas, e os refrões têm forte acionamento dos backing vocals, que junto às letras, deixam tudo realmente heroico!
A primeira formação ficou completa quando o guitarrista Leomar Correia e o baterista David Duarte chegaram. Como um quarteto fechado, lançaram a primeira demo "Cruzadas - Rehearsal" no mesmo ano. O trabalho é longo e contém 10 faixas, dentre as quais as cinco últimas são versões acústicas das cinco primeiras.
Um ano mais tarde, sai outra demo, agora intitulada "Guerreiros", trazendo três faixas. O trabalho precede o primeiro trabalho que mostra que a banda é séria. Refiro-me ao EP "Guerreiros do Apocalípse", lançado em 2005, agora com o guitarrista Thiago Jáder no lugar de Leomar Correia. Um trabalho excelente que mesmo sem gravação de alta qualidade (afinal, é um trabalho independente e os acessos dos rapazes são limitados), provoca prazer e sentimento em quem ouve. A aceitação por parte de sua base de fãs foi tanta que conquistaram reconhecimento em países como Argentina e Espanha.
Nos tempos que se seguiram, dificuldades se assolaram sobre a banda, como problemas financeiros e até alteração no line-up, com a saída do baterista David Duarte para a entrada de Stanley Pereira. No entanto, não desistiram de levar a banda adiante e conseguiram trabalhar na composição de novas músicas para o lançamento de um álbum completo. O resultado é o excelente álbum debut "Idade das Trevas", lançado em 2010, também de forma independente. É uma surpresa muito bem-vinda que faz jus a todo o elogio que recebem por parte daqueles que também são pegos de surpresa com seu som.
Em 2013 lançaram sua primeira compilação, intitulada "Guardiões das Trevas". Ela consiste em 12 faixas escolhidas a dedo que englobam o que há de melhor nos dois discos mais recentes até então (o primeiro EP e o álbum). Por volta dessa época a formação sofreu mais uma baixa devido a saída do guitarrista Leomar Correia. Mas ele não foi substituído até o momento;
Agora como um power trio, fomos presenteados em 2014 com um lançamento de faixas inéditas após quatro anos sem novidade. Trata-se do foderoso EP "Arena da Morte", que demonstra uma banda que conseguiu se superar musicalmente e está mais impressionante ainda. Esse é o trabalho perfeito para aqueles que desejam conhecê-los. São apenas quatro músicas que totalizam 29 minutos de duração muito bem gastos. Melhorando ainda mais as coisas, a gravação está em excelente qualidade, melhorando ainda mais a experiência.
Uma vez que é difícil obter informações sobre o Cruzadas, é um mistério se estão preparando o lançamento do segundo álbum de estúdio. Entretanto, temos já uma ótima quantidade de trabalhos lançados que nos mostram todo o poder dessa épica proposta. Não há dúvidas que, para aqueles que os conhecem, esse conjunto é um dos grandes orgulhos da Bahia e do Nordeste em si!

Texto por: Walker Marques.


 Guardiões do Apocalípse (EP) (2005)

01 - Tróia
02 - Despertar
03 - Templo da Escuridão
04 - As Ruínas
05 - Guardiões do Apocalípse
06 - Império dos Deuses
07 - Guerreiros
08 - Em Nome do Pai
09 - Cruz No Peito, Espada Na Mão

Download

 Idade das Trevas (2010)

01 - Intro
02 - Esparta
03 - A Espada Derrete Em Chamas
04 - Honra & Glória
05 - Sombras do Castelo
06 - Cemitério dos Ossos
07 - Idade das Trevas
08 - As Mil e Uma Noites
09 - Terras dos Faraós

Download

 Guardiões das Trevas (Compilation) (2013)

01 - Esparta
02 - Despertar
03 - As Ruínas
04 - Honra & Glória
05 - Guardiões do Apocalípse
06 - Idade das Trevas
07 - Cruz No Peito, Espada Na Mão
08 - Sombras do Castelo
09 - Império dos Deuses
10 - Guerreiros
11 - A Espada Derrete Em Chamas
12 - Em Nome do Pai

Download

 Arena da Morte (EP) (2014)

01 - Arena da Morte
02 - Gladiador
03 - Vikings
04 - Era dos Titãs

Download

5 comentários:

  1. o audio ñ é 100% e o vocal meio q se perde no instrumental, mas recomendo, gostei bastante do instrumental Tróia (y)

    ResponderExcluir
  2. Boa banda,tocam bem,tem futuro.
    mas nada como a experiencia para uma banda ir em frente.
    gostei do álbum,parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Eles ainda tem mais 2 albuns.

    *2003-Guerreiros ( demo )

    *2005-Guardiões do apocalÍpse ( EP )

    *2010-Idade das trevas ( álbum oficial )

    ResponderExcluir
  4. Uma Boa banda realmente, experiencia eles vão adquirir com o tempo, principalmente no vocal.

    ResponderExcluir