Social Icons

terça-feira, 27 de abril de 2010

Vandroya - Discografia Comentada

Vandroya foi formado em 2001 na cidade de BaririSão Paulo, somente com a intenção de se fazer cover de bandas de Heavy e Progressive Metal. A fusão desses estilos é justamente o gênero da banda. Sua formação atual consiste em: Daisa Munhoz nos vocais, e tem um belo vocal (não é à toa que ela se faz presente no poderoso Metal Opera 100% brasileiro Soulspell), Marco Lambert na guitarra, Daniel Manso na outra guitarra, Tozzi Junior no baixo, Otávio Nuñez nas baquetas e Kamila Fernandes nos teclados. Pelo menos essa é a formação atual.
A maioria dos integrantes era das chamadas "bandas de baile", e tocar Heavy Metal não passava de um hobby. Mas não demorou muito, e logo o projeto começou a ser levado a sério.
Nos dois anos seguintes a sua formação, os caras ficaram se apresentando em vários eventos, bares e casas de show, e foi exatamente nessa época que o Vandroya começou a ser encarado com ainda mais seriedade pelos integrantes, uma vez que onde quer que eles fizessem os concertos, a aceitação do público era grande.
No ano de 2004, o projeto de composição musical da banda iniciou-se. Porém, no fim daquele ano, o baterista Marcelo Alem deixa a banda, cedendo lugar a Denis Ciani, que foi de fundamental importância para os rumos musicais da banda.
Com isso, em 2005 sai seu infelizmente único trabalho até agora, a fodástica demo "Within Shadows". Sim, é apenas uma demo, mas essa demo é de qualidade, e suas duas únicas músicas são excelentes. A primeira, "Within Shadows", tem uma pegada forte de Heavy e Progressive Metal, com solos rápidos e melodia firme. No meio da música é interessante perceber a marca brasileira que os caras deixaram na música, com batuques e tudo mais. A segunda, "Why Should We Say Goodbye?", é apenas uma balada, mas uma balada bonita e bem feita. A demo mostra bem como a banda é promissora, e o Brasil realmente precisa exportar bandas de vocal feminino, o que é muito escasso aqui!
Nos anos seguintes, 2006 e 2007, houve alterações na formação da banda: o baixista André Botton deixa a banda por motivos particulares, cedendo lugar a Giovane Perlati. O importante baterista Denis Ciani também deixa a banda, e em seu lugar entra Otávio Nuñes, e em 2007, o guitarrista Rodolfo Pagotto e o baixista recém-chegado Giovani Perlati também deixam a banda, cedendo lugar a Daniel Manso (ex-Fairytale) e Tozzi Junior (ex-Timeless), respectivamente. E essa foi a formação da banda até então.
Desde 2008 dizia-se que o Vandroya estava em processo de pré-produção de seu debut, se preparando para a gravação de seu CD completo, que estava previsto pra sair no segundo semestre de 2008. Mas ele nunca chegou a sair. Nesse meio tempo, Rodolfo Pagotto e Giovani Perlati voltaram à banda e os trabalhos para o debut continuaram firmes e fortes.
Sometem em janeiro de 2013 é que o debut "One" foi lançado! Eu fiquei em uma expectativa de quase 6 anos aguardando esse trabalho, mas finalmente ele sai. Enfim, eu tive bastante expectativa e não sei se isso interferiu no meu julgamento do disco. Antes de ouvir, acabei lendo umas resenhas por aí que são tanto positivas quanto negativas, na mesma postagem. Então fui, mesmo que ainda com a mesma expectativa, ouvir direitinho o álbum que alguns se desiludiram, mas que ao mesmo tempo gostaram.
De fato, o álbum está foda! Está mesmo! Uma das melhores obras brasileiras de Power Metal que eu ouvi nos últimos tempos. As músicas são fortes, muito bem compostas, os solos são alucinantes e rápidos e a voz da Daísa Munhoz dispensa comentários. O melhor de tudo é que não é aquele Power Metal típico, mas algo ao mesmo tempo próprio e inspirado em outras bandas do gênero que têm identidade própria, ofuscando um pouco a própria identidade. É muito claro, de fato, que o Vandroya se inspira em bandas brasileiras, principalmente o Angra, algo entre o EP "Hunters and Prey" e o álbum "Temple of Shadows", além de uma influência do Avantasia à época dos dois "The Metal Opera". Como li em algum lugar, o próprio nome do conjunto remonta a um personagem do Avantasia, o Lugaid Vandroy.
Claro, isso não pode de modo algum ofuscar completamente a beleza desse trabalho que, apesar de não acrescentar absolutamente nada ao gênero  fiquei muito feliz pelo resultado. A faixa "Within Shadows" sofreu alguma modificação, eu ainda prefiro a versão demo, e "Why Should We Say Goodbye?" também ganhou uma versão com guitarras, mais firme, e uma apenas em piano e voz, presente no fim do disco. Outro detalhe legal é que a faixa "Change The Tide" é em dueto com o ótimo vocalista Leandro Caçoilo, vocalista do Seventh Seal. Com certeza, uma banda promissora para o futuro do Heavy Metal brasileiro!


 Within Shadows (Demo) (2005)

01 - Within Shadows
02 - Why Should We Say Goodbye?

Download

 One (2013)

01 - All Becomes One
02 - The Last Free Land
03 - No Oblivion For Eternity
04 - Within Shadows
05 - Anthem (For The Sun)
06 - Why Should We Say Goodbye?
07 - Change The Tide
08 - When Heaven Decides To Call
09 - This World of Yours
10 - Solar Night
11 - Why Should We Say Goodbye? (Piano Version)

Download

Um comentário:

  1. Essa é daquelas bandas que eu me impressiono a primeira vez que ouço, que voz essa, eu to realmente surpreso

    ResponderExcluir